Se pesquisar por “bad writers” no Google, aparece a foto dos criadores de GoT

O movimento nasceu no Reddit e foi criado pelos fãs da série que não estão contentes com o rumo da história.

Este é um movimento conhecido como "Google bombing" que tem como objetivo alterar o algoritmo de pesquisa do Google

HBO

A vida não está mesmo fácil para os criadores de “A Guerra dos Tronos“. Desde que estreou a oitava e última temporada da série da HBO, têm surgido cada vez mais comentários negativos sobre a forma como a história está a caminhar para o final.

Já aqui falámos de copos de chá esquecidos, da falta de mar em King’s Landing e até do pormenor da mão de Jamie que voltou a crescer numa foto promocional. Os fãs da série continuam sem perdoar os erros de gravação e culpam os criadores David BenioffD. B. Weiss por isso.

Descontentes com o rumo que a série está a tomar, um grupo de fãs organizou um movimento no Redditpara tentar castigar ou denegrir a imagens dos responsáveis da adaptação televisiva dos livros de Goerge R.R. Martin.

De acordo com a “Business Insider”, o movimento organizou-se de maneira a que a fotografia dos criadores da série aparecesse nas imagens do Google sempre que um determinado utilizador pesquisasse por duas palavras-chave: “bad writers” que, em português, significa “maus escritores.

Segundo escreve a revista “The Verge”, isto é possível através da alteração do algoritmo da empresa norte-americana, que permite associar um termo de pesquisa a uma fotografia que, à partida, pode não estar diretamente relacionada.

Apesar de publicações como o “Metro” ou a “Business Insider” assumirem terem conseguido replicar a pesquisa, a verdade é que a falha parece ter sido corrigida a tempo. É que, agora, as únicas imagens associadas ao termo “bad writers” pertencem a artigos de vários órgãos de comunicação a noticiar o movimento.

Esta foi a fotografia escolhida para aparecer sempre que alguém pesquisasse por "bad writers"

Reddit

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]