A Dr. Gabriela Clinic, uma clínica de cirurgia plástica, em Londres, está a ser acusada de utilizar a imagem de Kate Middleton para promover os seus liftings faciais. Numa colagem, mostra duas fotografias com a cara da Duquesa de Cambridge — uma supostamente de 2012, com mais rugas, e outra de 2014, em Wimbledon, com uma pele mais lisa — dando a entender que o “look natural” conseguido pela mulher de William era fruto do trabalho desta clínica.

Segundo o “Daily Mail“, o post com a cara de Kate Middleton já foi apagado pela clínica, que estava a ser acusada de publicidade enganosa, ao sugerir que a duquesa tinha feito algum tipo de intervenção cirúrgica. 

Ingrid Seward, editora da revista “Majesty”, disse: “O que é tão flagrantemente terrível ao usarem estas imagens é que os potenciais clientes podem pensar que Kate teve um lifting facial a laser ou outro tratamento”, acrescentando que se tratou de uma “campanha muito mal pensada”.

Sarah Ferguson, duquesa de York, é uma das clientes da Dr. Gabriela Clinic, tendo, em outubro, assumido que fez tratamentos estéticos, como botox ou lifting facial. A ex-mulher do príncipe Andrew dá várias vezes a cara por esta clínica, tendo já expressado a sua satisfação relativamente às intervenções que aqui foram levadas a cabo. Descreveu o cirurgião como “um amigo leal” e rasgou largos elogios a Gabriela Mercik, afirmando que esta tinha a capacidade de a manter sempre calma.

A história da cicatriz secreta que Kate Middleton tem na cabeça

A clínica também elogia publica e constantemente Fergunson publicamente na conta de Instagram. “A querida Sarah fez algo que ninguém fez antes. Ela falou sobre os seus tratamentos. Ela é honesta sobre a sua idade, a sua pele, os seus erros! Ela está a aprender sobre bons tratamentos médicos e sobre as diferenças nos tratamentos de beleza. Ela é embaixadora da segurança na beleza e na mulher, empoderamento e saúde. Estou muito impressionada”, lê-se numa das publicações.