Para saber quantos dos seus passos contribuíram para a sua pegada ambiental, basta dar apenas mais um: aceder ao “Ecological Footprint Calculator“. Aqui, entra numa espécie de calculadora, mas não para contas comuns.

Depois de fazer login, seguem-se alguns passos para responder às perguntas iniciais: “De quantos planetas precisa se toda a gente viver como vive?”, “Qual o dia em que atinge a sobrecarga da Terra?”. Estas questões só são respondidas quando passar as 13 perguntas — apresentadas em modo de jogo, o que torna a experiência de cálculo da sua pegada de carbono em algo mais divertido (e menos culpabilizador).

Fizemos o teste. A primeira pergunta refere-se à regularidade com que consume produtos de origem animal. Entre “nunca” ou “muito frequentemente”, pode escolher várias respostas. Passamos depois para um cenário industrial, com a pergunta: “Que quantidade da comida que consome é que não é processada, embalada ou de produção local?”.

As questões prosseguem pelo seu tipo de casa e respetiva eficiência energética, o lixo que produz, a distância que viaja de carro ou mota por semana e ainda há questões sobre o número de horas de avião que faz por ano.

No final do quiz, o resultado mostrou que, de acordo com o estilo de vida apresentado, podemos sobreviver no Planeta até abril. Não é um resultado positivo e é esse mesmo o objetivo da calculadora: consciencializar para o facto de se não mudarmos as nossas ações, não vamos poder viver por muito mais tempo neste planeta, pelo menos não na forma como o conhecemos.

5 formas de tornar o seu dia a dia mais sustentável

“Acreditamos que a calculadora da pegada ambiental serve um propósito crucial ao mundo: ajudar as pessoas a explorarem o que significa viver no nosso planta”, refere a Global Footprint Network, uma organização que investiga a forma como o mundo gere os recursos, no site.

Além disso, se toda a gente vivesse de acordo com as respostas que demos no quiz, seriam necessários mais 3,2 “Terras”, algo que sabemos que não existe. Como nós, mais de 2 milhões de pessoas usam a calculadora todos os anos e a organização está em constante pesquisa para atualizar os valores e aproximá-los continuamente à realidade.

Depois dos resultados genéricos, pode explorar melhor os valores da sua pegada ecológica e da pegada de carbono. Mas o quiz não fica por aqui. É que o “Ecological Footprint Calculator” não se limita a apontar os defeitos e deixar-nos sair com um sentimento de culpa ou de incapacidade para melhorar o Planeta.

Nas “soluções” pode encontrar várias sugestões desenvolvidas pela Global Footprint Network e a Schneider Electric, uma empresa especializada em produtos e serviços para distribuição elétrica, controle e automação, com foco para a sustentabilidade — responsáveis também pelo quiz.

As soluções apresentadas vão desde o uso de energia elétrica, passando pela alimentação, até à proteção da natureza (e consequentemente do Planeta).

14 fotos

A calculadora é um complemento interativo dos vários dados que a Global Footprint Network fornece no site. A organização revela quais são os países com uma pegada ambiental maior do que a biocapacidade (capacidade do Planeta gerar recursos renováveis de forma contínua e absorver os resíduos produzidos pelo ser humano num certo período de tempo), entre os quais estão vários países europeus — Portugal, Reino Unido e Polónia — bem como os Estados Unidos, no continente americano, e a China e a Índia no continente asiático.

Aqueles cujo balanço entre a pegada e a biocapacidade é positivo são a Guiana Francesa, em primeiro lugar, e o Suriname, ambos na América do Sul. Do outro lado da tabela estão a Singapura e as ilhas Bermudas.