Jennifer Lopez foi uma das convidadas de uma mesa redonda organizada pela publicação “Hollywood Reporter”. Com a cantora e atriz estavam também Lupita Nyong’o, Scarlett Johansson, Renee Zellweger, entre outras personalidades. E foi nesta ocasião que Lopez partilhou um pedido inusitado de um realizador.

“Um realizador numa prova [de roupa] pediu-me para tirar o meu top porque era suposto haver nudez no filme”, começou por explicar. “Ele queria ver as minhas mamas”.

Apesar de se sentir em “pânico” com o pedido, Jennifer Lopez recusou. “Eu disse-lhe ‘Nós não estamos no set’. Eu defendi-me”, disse. “Mas foi engraçado porque lembro-me de ter entrado em pânico naquele momento. E, por acaso, estava uma designer comigo. Por isso, estava outra mulher comigo na sala e ele diz aquilo. Eu disse-lhe que não”, continuou.

O famoso Versace de Jennifer Lopez “transforma-se” em ténis

“Felizmente, a minha veia do Bronx veio ao de cima e eu disse ‘Eu não tenho que tas mostrar. No set, vais vê-las'”.

A atriz não especificou em qual filme ocorreu o incidente, mas referiu que em “Ousadas e Golpista” certificou-se de que estava um profissional que conhecia o mundo das bailarinas e que aconselhava as atrizes nas cenas mais expostas.

“Era basicamente alguém que percebia o mundo e dizia ‘Estas coisas são ok’ ou ‘Estas coisas não são nada ok’. [Essa pessoa] fazia toda a gente sentir-se confortável no set de filmagens com aquilo que se estava a fazer, uma vez que tínhamos muitas mulheres que estavam meias nuas, totalmente nuas ou em topless”.