Depois da Apple TV+, está a chegar ao mercado uma nova plataforma de streaming para dificultar ainda mais a escolha dos utilizadores. E ao contrário do que aconteceu com o serviço da Apple, que se estreou em todo o mundo com apenas nove conteúdo originais, esta promete causar um impacto muito maior.

Falamos do serviço da Disney que traz pela primeira vez em streaming todas as temporadas de “Os Simpsons”, bem como todos os filmes da saga “Star Wars” — sim, até os mais recentes.

Chama-se Disney+ e embora o lançamento nos Estados Unidos esteja marcado já para a próxima terça-feira, 12 de novembro, os utilizadores da Europa vão ter de esperar até ao próximo ano. O anúncio foi feito esta quinta-feira, 7 de novembro, através da conta oficial de Twitter da marca.

Vem aí o novo streaming da Apple para combater a Netflix. Nós explicamos-lhe tudo sobre o serviço

“Acabámos de anunciar que a Disney+ vai estar disponível no Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Espanha a partir de 31 de março. No entanto, o conteúdo do catálogo pode variar consoante a região”, lê-se no anúncio oficial.

Embora Portugal tenha ficado de fora do mais recente anúncio, espera-se que a chegada do serviço ao País seja mais ou menos nesta altura. É que segundo as informações obtidas pela revista “CNET”, sempre esteve nos planos da Disney lançar o seu novo serviço de streaming até outubro de 2020 nos países da Europa Ocidental.

Além de todas as temporadas de “Os Simpsons” e todos os filmes de “Star Wars”, a plataforma vai contar ainda com conteúdo original.

É o caso de “The Mandalorian”, o mais recente live-action de “Star Wars” realizado por Jon Favreau (“Swingers”), “High School Musical: The Series” e a nova produção da National Geographic com Jeff Goldblum (“Grand Budapest Hotel”) no papel principal.

Ao todo, a empresa prevê estrear-se no mercado do streaming com cerca de 500 filmes e mais de 5 mil episódios de séries de televisão durante o primeiro ano. A plataforma vai funcionar de forma semelhante às suas concorrentes, com aplicações para vários dispositivos como smartphones, tablets, televisões e consolas.

No entanto, a da Disney será a primeira (além da Hulu, que não está disponível em Portugal) a ser compatível com a Nintendo Switch, a consola híbrida da Nintendo.