Já ninguém tem dúvidas de que precisamos de comer melhor. Com a quantidade de informação disponível nos dias de hoje, ninguém consegue comer um Big Mac do McDonald’s sem pensar que está a ingerir 25 gramas de gordura e 2,2 gramas de sal, ou devorar um pacote de batatas fritas por dia e fingir que não leu aquele estudo de 2011 que dizia que isto é o equivalente a beber cinco litros de óleo por ano.

Temos que ter cuidado com a nossa alimentação, sem dúvida. Mas as marcas também podem ajudar, apostando em produtos cada vez mais saudáveis — ou que, não sendo saudáveis, pelo menos são menos ricos em gordura, sal ou açúcar. Foi exatamente isso que o Continente fez, conforme divulgou a 29 de outubro.

“Durante o ano de 2019 foi melhorada a composição nutricional de mais de 60 artigos da marca Continente, e foram reduzidas 45 toneladas de sal, em produtos como batatas fritas, polpas de tomate e sopas; 200 toneladas de açúcares em iogurtes líquidos e bolachas e 25 toneladas de gorduras em iogurtes gregos”, explicaram em comunicado.

Mas o que é que mudou exatamente? Vamos ser mais precisos. De que bolachas estamos a falar e quantas toneladas de açúcar perderam? As sopas têm menos sal? Em que quantidade? E os iogurtes líquidos? Veja a galeria e descubra as respostas.

6 fotos