O vídeo de um desfile em que várias modelos, com corpos diferentes daqueles a que a indústria da moda nos habituou, foi o pretexto para dar inicio à discussão entre atriz e feminista Jameela Jamil e a modelo portuguesa Sara Sampaio.

“Oh, meu deus. Isto parece mais divertido e não está à vista nenhuma adolescente faminta e aterrorizada. Lindo”, escreveu Jameela Jamil na descrição da publicação em que partilhou o vídeo.  A feminista, que criou o movimento “I Weigh” para lutar contra a vergonha e promover a inclusividade, pretendia defender essas mesmas ideias de inclusão e aceitação do corpo através da partilha.

Publicação de Jameela Jamil que deu origem à polémica

@jameelajamil/twitter

Só que Sara Sampaio não viu na publicação uma mensagem positiva para as mulheres: “Que tal comemorar alguém sem deitar abaixo as outras pessoas? Chamar as modelos de ‘adolescentes famintas e aterrorizadas’ é extremamente ofensivo. VIndo de alguém que está sempre a falar da positividade do corpo, isto apenas grita hipocrisia”, crítica a modelo portuguesa na madrugada desta quarta-feira, 16 de outubro.

A feminista não deixou passar o comentário e respondeu de volta, dando início a uma série de tweets entre as duas celebridades.

“Eu não me referi a todas as modelos no meu tweet, por isso tente acalmar-se”, respondeu Jameela, tornando a discussão mais acessa. A atriz tentou defender-se argumentando que aquilo a que se referia no tweet — o facto de haver nas passerelles adolescentes a morrer de fome e a usar drogas e cocaína para controlar o peso — é um problema que afeta um grande número de modelos. “Se não vê isso, está numa bolha”, acrescenta.

Quem estava a acompanhar a discussão das duas figuras conhecidas não teve de esperar mais de dez minutos pela resposta de Sara Sampaio, que começou por dar razão à atriz britânica da série “The Good Place“.

“Não se referiu a todas as modelos, certo, mas ainda assim, escolheu atacar algumas raparigas para celebrar outras. Os transtornos alimentares, as drogas e o uso de cocaína não são um problema exclusivo de modelos, é um grande problema na sociedade”, começa por dizer no comentário, que continua numa sequência de tweets dentro da mesma publicação.

Sara Sampaio continuou a defender a ideia que queria passar, contrariando o rumo da discussão: “É claro que isso acontece, mas de certeza não é uma vasta maioria. A ideia do meu tweet não era essa! Sabe disso!”.

Para Sara Sampaio, o problema no tweet de Jameela está no facto de passar uma mensagem negativa para as modelos adolescentes. “Elas não merecem ser constantemente colocadas numa caixa negativa como acabou de fazer”, finaliza o cometário da modelo portuguesa.

Jameela Jamil: as 6 polémicas de uma atriz que luta contra os padrões de beleza. E não só

Mas a troca de tweets estava longe de terminar. Jameela não se deixou ficar e lembrou que também já foi modelo — e até agente de modelos — e ainda mantém contacto com várias pessoas do mundo da moda. Argumenta, por isso, que conhece como é que o meio funciona, e que os vários modelos e agentes com quem ainda se relaciona estão a lutar contra os padrões irreais desta indústria, da qual Sara Sampaio beneficia.

“É por isso que está a defender essa ideia ferozmente e a pedir-me para não expor os seus [da indústria] erros devastadores”, continua a atriz.  

Jameela continuou a discussão com a modelo Sara Sampaio

@jameelajamil/Instagram

No tweet seguinte, Sara Sampaio expressa que no seu entender o tema da discussão estava a ser desviado, respondendo com alguma ironia: “Com todo o respeito, parece que estou a falar de maçãs e você a falar de peras! Acho que fui muito clara no que quis dizer”. Mas, mesmo assim, Jameela não deixou acabar a discussão.

“Acho que está a usar a plataforma para defender algo que é extremamente negativo para as raparigas. Essa é a única coisa que está clara para mim. Encontre uma causa melhor pela qual lutar, porque esta não é. Pode fazer mais do que isso, é inteligente. Ajude as raparigas, não normalize isso”, escreve a atriz no tweet, cuja mensagem é semelhante àquelas que tem vindo a defender no Instagram do movimento “I Weigh”.

A série de tweets entre a atriz britânica e a modelo portuguesa terminou perto das 3 horas da madrugada desta quarta-feira, 16 de outubro, hora de Lisboa, com Sara Sampaio a defender-se referindo que “nunca disse que não havia um problema com a indústria”, acusando Jameela de falar de coisas que não disse.

A discurssão acabou com um tweet de Sara Sampaio

“Seja melhor do que isso”, foi a frase que terminou a discussão que teve vários retweets e gostos. Os utilizadores da plataforma também se dividiram nos comentários.

Houve quem apoiasse Jameela: “Se as pessoas ficam irritadas porque não entenderam de todo o assunto, acho que precisam de fazer uma introspeção e descobrir por que é que ficam desconfortáveis e ofendidas”. Mas também houve quem não tomasse um lado: “Além disso… porque é que disse ‘acalme-se’… a Sara tem um ponto. As duas estão certas…”, mostrando compreensão nos argumentos das duas personalidades.

Já Sara Sampaio foi bastante atacada: “Sete tweets e não consegue admitir que está errada, huh?”, escreve uma utilizadora, enquanto outra comenta que a modelo “quer defender uma indústria que celebra modelos que não são saudáveis” e acaba a defender Jameela, pelo facto de a atriz tentar apenas passar a ideia de que não devia haver padrões que levem as modelos a estar aterrorizadas e a recorrer a extremismos, como as drogas.

Veja toda a discussão entre Jameela Jamil e Sara Sampaio na galeria.

9 fotos