Para a maioria das pessoas, esta altura do ano é sinónimo de regresso. Regresso à escola, ao trabalho, à rotina e aos treinos. Claro que tentei ser bem comportada em agosto e fazer algum exercício, mas a verdade é que a gestão entre trabalho sem horário, férias e o treino não foi uma missão nada fácil. Quem já se vingou das minhas baldas foi o meu PT, o Tiago Tomaz. O que vale é que, como ele diz, “a nossa vida é feita de ciclos” e, portanto, o mais importante é saber aceitar que há alturas em que conseguimos estar focados e que, de vez em quando, há outros momentos de férias, ou de projetos pessoais ou profissionais que não nos permitem dar prioridade aos treinos… e, passado uns tempos, voltamos em força! E assim será, sempre. É saudável e natural. Faz parte. O melhor mesmo é aceitar esta ideia, para não ficarmos frustrados.

Ora, por muitas caminhadas na praia que tenha feito, por muito que jogue sempre raquetes, e que aproveite os ginásios dos hotéis por onde passei, acredito que o estrago das bolas de Berlim, dos gelados e de tudo a que este tempo convida foi muito maior. Quando regressei agora aos treinos, senti que tinha regredido muito, perdido força e resistência. E o meu objetivo agora é o de recuperar a forma e a minha performance.

Por isso, deixo-vos aqui o meu incentivo para voltarem aos treinos ainda com mais força. A rotina de treino ganha-se exatamente com o compromisso que fazemos com nós próprios de que queremos realmente sentir-nos melhor por dentro e, consequentemente, por fora. Claro que nem sempre é fácil, mas uma coisa é certa: desistir não ajuda em nada. Tento arranjar tempo para conseguir treinar três vezes por semana e tenho que admitir que ter um PT a incentivar-me diariamente tem sido meio caminho andando. Mudou totalmente a forma como eu vejo os treinos. Tem sido um trabalho conjunto que me tem deixado super orgulhosa.

Mountain Climbers com Elástico

Madalena Rodrigues

Mais ou menos há um ano, como já referi, comecei a treinar com o Tiago Tomaz, o meu personal trainer, e os resultados têm sido notórios. Além do dinheiro investido, do compromisso de termos alguém à nossa espera, da força extra que dá termos alguém a puxar por nós, o facto de saber que estou a fazer os exercícios todos direitinhos, sem risco de lesões, e de efetivamente ver resultados, dá-me uma excelente sensação de dever cumprido.

Madalena Rodrigues

Por isso quando me perguntam se faz diferença treinar com acompanhamento, não posso mentir. Faz mesmo muita! Agora, para quem não tem essa possibilidade, é preciso lembrar que existem imensas aplicações que nos dão dicas de treino, ir com amigos também facilita, ver vídeos de exercícios na Internet ajuda e, acima de tudo, estabelecer objetivos. A minha vida toda fiz exercício físico moderado e nunca tive PT. Às vezes, basta querermos, ok? O que precisam é de uma grande força de vontade e saberem que o estão a fazer por vocês, pela vossa saúde e pela vossa auto-estima.

Agora, para todos os curiosos que me têm perguntado pelos meus treinos, deixo aqui alguns dos meus exercícios. Atenção que estes são apropriados para mim, podem não ser para vocês. Tudo depende do que querem. Eu, por exemplo, não quero perder peso. Quero, sim, tonificar, ganhar estrutura, resistência e massa muscular. Eu não quero emagrecer, mas sim ganhar até algum volume em determinadas zonas do meu corpo.

‘Bora lá? Inspirar pelo nariz e expirar pela boca… e aqui vou eu!

  • Comecem sempre com um bom aquecimento de forma a preparar os músculos para o treino que vão fazer a seguir.  Eu faço sempre, em primeiro lugar, uns minutos de elíptica ou de remo.

Saltar à corda

Madalena Rodrigues

  • As pernas e os glúteos são provavelmente a zona do meu corpo que mais gosto de trabalhar. Aqui, devem ir aumentando gradualmente a intensidade de cada exercício. Podem, por exemplo, começar com agachamentos sem peso e, conforme se vão sentido capazes, coloquem alguma carga. Eu costumo usar o TRX em alguns exercícios de pernas e braços, mas há sempre alternativas para quem não tem ou não gosta de usar. Ainda para a perna costumo fazer lunges, umas vezes estáticos, outros em movimento.

Lunges no TRX com pernas alternadas

Madalena Rodrigues

Agachamentos com haltere

Madalena Rodrigues

Elevação da bacia com Elástico

Madalena Rodrigues

Agachamentos com Press de Ombros

Madalena Rodrigues

  • Para a barriga, existem imensas opções e convém treinar todos os músculos do grupo abdominal de forma a obtermos os melhores resultados e sentirmos realmente diferenças. É o centro do nosso corpo e, por isso, é ainda mais fundamental estar fortalecido.

Prancha na Bola

Madalena Rodrigues

  • O drama de muitas mulheres: os braços que, com a idade, vão ficando cada vez mais redondinhos, especialmente no que toca ao músculo do adeus. Geralmente temos menos força nesta parte do corpo e deixamos de lado esta zona durante o nosso treino. Não podemos! Acreditem que sinto grandes diferenças desde que me foquei em atingir objetivos.

Press de Ombros

Madalena Rodrigues

Elevações com Elástico

Madalena Rodrigues

  • Adoro ver um vestido aberto atrás numas costas bonitas e trabalhadas. Foi das zonas que notei mais diferença com os treinos. Sempre que treino mais, também ganho automaticamente uma postura melhor (costas mais direitas) e menos dores de costas (tenho sempre imensas de uma forma geral).

Dediquem sempre tempo do vosso treino a fazer alongamentos de forma a prevenirem lesões e a prepararem os músculos para a recuperação. Não se esqueçam de que os resultados são obtidos da combinação entre exercício físico, alimentação e descanso. É mesmo importante que o façam por vocês e que deixem de lado a conversa do “é para a semana”. Com os padrões de beleza que a sociedade impõe, por vezes acho que nos esquecemos do que realmente se trata. Nada tem que ver com números na balança ou na fita métrica, mas sim com a nossa saúde! E já diz a sabedoria popular que “com a saúde não se brinca”, por isso o melhor é começarem HOJE.

Sorriso de Missão Cumprida

Madalena Rodrigues

Ah! E quero ver se, daqui em diante, consigo fotografar mais vezes os meus treinos. Se há coisa que é secante é estarmos a fazer sempre o mesmo conjunto de exercícios… o Tiago (felizmente!) tem sempre sugestões novas e quero também conseguir ajudar-vos nesse sentido. Estas fotografias da Madalena Rodrigues — espreitem o trabalho dela — foram tiradas propositadamente para este artigo. Prometo que o vou fazer com mais frequência.

Ler mais