Este é um dos eventos mais antigos e conhecidos de Lisboa, que duas vezes por ano traz à cidade fashionistas de vários pontos do mundo e enche-a de pessoas com looks mais pensados e cuidados — e muitas vezes extravagantes. A ModaLisboa está de volta, entre os dias 10 e 13 de outubro, e há muito mais para fazer por lá do que apenas ver desfiles.

A boa notícia é que qualquer pessoa que goste de moda e que queira marcar presença neste evento, pode fazê-lo, mesmo que não tenha convite. Já sabe o que vai vestir?

Os desfiles são a parte principal do calendário da ModaLisboa, mas este está cada vez mais completo e diversificado e conta com mais opções para quem não tem a oportunidade de ter uma acreditação ou um convite. São várias as ações e atividades em que pode participar, mesmo  que”do lado de fora”.

Já há data para a próxima edição da ModaLisboa (e um novo espaço)

Tudo começa no Palácio Sinel de Cordes, a  10 de outubro, onde se vai estar a Workstation, uma área do evento onde seis designers de moda, três fotógrafos e três ilustradores são convidados a apresentar a sua visão sobre estes quatro dias de ModaLisboa Collective. Ainda no mesmo dia, entre as 18 e as 20 horas, o Mercado de Santa Clara recebe as Fast Talks, um conjunto de conversas onde os oradores falam sobre qual pode ser o impacto positivo da indústria da moda.

No dia seguinte, tudo acontece nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento do Exército. workshops de alfaiataria, micro-workshops e mesas-redondas sobre sustentabilidade e talks sobre o futuro da moda, tudo entre as 11 e as 19 horas. Todas as talks e workshops estão sujeitos a inscrição através do site da ModaLisboa.

Também no dia 11 de outubro abre o Wonder Room, um espaço que fica no mesmo edifício dos desfiles, onde várias marcas apresentam e vendem as suas coleções, aberto entre as 14 e as 22 horas. Marcas como a Buzina, a Baseville ou a Zouri fazem parte deste espaço dedicado ao consumo.