É já a partir da segunda quinzena de junho que todas as pessoas vão, finalmente, poder renovar online os seus Cartões de Cidadão. A medida foi anunciada esta quinta-feira, 6 de junho, por António Costa, primeiro-ministro, durante o debate quinzenal no Parlamento. O anúncio é feito numa altura em que são já vários os cidadãos que se queixam de longas filas de espera para renovar o documento obrigatório.

Se até aqui a renovação online estava acessível apenas a portugueses com mais de 60 anos, ou a pessoas com mais de 25 anos cujo motivo para a renovação fosse o furto, destruição ou perda do documento, António Costa revelou que vão deixar de haver limitações — e todos vão poder emitir um novo cartão através do site oficial para o efeito.

Marçal Grilo: “A descida das propinas é um disparate, é irracional”

Segundo escreve o “Dinheiro Vivo”, o primeiro-ministro anunciou ainda que as mensagens de telemóveis sobre a renovação do documento vão passar a incluir uma data sugerida para renovação presencial do documento.

Além disso, vão abrir mais três Lojas do Cidadão em Lisboa para tentar minimizar as filas de espera que chegaram a ser notícia nos últimos dias. As novas lojas vão estar localizadas no Saldanha, no Areeiro e em Entrecampos.

Assim que a funcionalidade estiver disponível, basta aceder ao portal e cancelar o seu documental atual. Feito isto, precisa apenas de selecionar a opção de renovação online e responder a todas as questões que lhe são colocadas.

No entanto, todo este processo requer o uso de uma máquina que leia o seu Cartão de Cidadão atual ou, caso contrário, a chave móvel que é emitida pelo Portal das Finanças.