As peças e acessórios mais caros e mais baratos que os famosos trouxeram ao Portugal Fashion

Raquel Strada calçou uns sapatos dos saldos da Zara que custaram 5,90€. Já os óculos de Weza Silva custavam tanto como um quarto em Lisboa.

O anel de Carina Caldeira foi comprado em Ibiza

“Só é feio quem quer”, diz-nos Mariama Barbosa, no backstage do desfile de Alves/Gonçalves. A frase que usou para dar nome ao seu livro é a que apresentadora insiste em dizer quando se fala de moda. E para se estar bem não precisa, sequer, de se estar a usar coisas caras. Mariama estava até com um visual low cost.

“É tudo barato. Este casaco da Mango custou-me para aí 40€”, conta. “As minhas botas são da H&M, mas devem ser a coisa mais cara porque são da colaboração com a Moschino.”

E se a peça mais cara de Mariama ultrapassava o preço de um almoço num qualquer restaurante da zona da Alfândega do Porto, Raquel Strada assistiu ao desfile de Nuno Baltazar com uns sapatos que custaram menos de 10€. “Comprei-os nos saldos da Zara por 5,90€”, diz a apresentadora.

Bárbara Taborda foi outra das famosas que apostou numa peça barata para compor o look. A empresária apaixonou-se por um vestido da Zara que custou apenas 49€. “Assim que o vi tive logo de o ir comprar”, confessa Bárbara. “Era tão barato. E tem um toque muito suave. Quando olhei para ele até me fez lembrar um Valentino.”

Por outro lado, Cláudia Jacques teve de pensar durante alguns minutos até conseguir descobrir qual era a peça mais barata do outift. Entre a carteira Hermès, o cinto Louis Vuitton e as calças Miss Sixty, não foi fácil encontrar peças abaixo dos 100€.

Weza Silva assume que nenhuma das suas peças é barata, sendo que quase todas são Elisabetta Franchi à exceção do Apple Watch, com bracelete Hermès, e os óculos Gucci, que custam 450€.

Mas foram muitos os que passaram pelo Portugal Fashion sem saber o preço das roupas que usavam, ora porque simplesmente tiraram a primeira coisa que encontraram no armário, como foi o caso de Afonso Vilela, ou porque a roupa foi emprestada, como nos disse Iva Lamarão.

Carina Caldeira também não sabia o preço das peças que estava a usar. Os sapatos eram uma criação de Luís Onofre, as roupas de Nuno Baltazar, tudo peças cedidas pelos criadores para a apresentadora do Porto Canal trazer ao Portugal Fashion, a única exceção foi o anel. “Comprei em Ibiza há uns anos, nem tem marca”, conta. “Custou para aí 120€.”

Texto de Ana Gordo, fotografia de joaomartins e Samuel Costa.
Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]