Série “Os Simpsons” retira episódio de Michael Jackson

O documentário que expõe o cantor como alegado abusador de crianças está a ter consequências. A série retira episódio com a voz do cantor.

Episódio em questão é da terceira temporada da série

Depois das rádios de todo o mundo terem começado a banir as músicas de Michael Jackson, os criadores da série “Os Simpsons” anunciaram agora que vão retirar o episódio em que surge a voz do rei do pop. Estas decisões vêm na sequência do documentário polémico que mostra o cantor como alegado abusador de crianças.

O episódio em questão intitula-se “Stark Raving Dad” e pertence na terceira temporada da série. Vai ser retirado dos serviços de distribuição e transmissão, disse James L. Brooks, produtor executivo da série, ao “Wall Street Journal“, na quinta-feira, 7 de março.

No episódio, Michael Jackson interpreta Leon Kompowsky, um paciente do hospital psiquiátrico que acaba a dividir um quarto com Homer Simpson. Canta ainda o clássico “Billie Jean” e mostra os seus icónicos movimentos de dança como o moonwalk.

“Os homens com quem trabalho e eu pensamos muito nisto. Parece claramente que é a única escolha a fazer. O documentário mostrou evidências de comportamento monstruoso”, disse Brooks. “Eu sou contra a queima de livros de qualquer tipo. Mas este é o nosso livro e podemos tirar um capítulo”, acrescentou.

Leaving Neverland”, da HBO, não deixou ninguém indiferente. Dividido em duas partes, foi lançado a 4 de março e conta a história de James Safechuck e Wade Robson, que dizem ter sido abusados por Michael Jackson em criança — apesar de eles próprios e as suas famílias terem defendido o cantor nos vários julgamentos em 2005.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]