Tudo começou em 2011. Lady Gaga tinha acabado de lançar o seu primeiro álbum e o single “Born This Way”, e alcançou o topo das tabelas de 31 países, incluindo os Estados Unidos. Na época, os críticos começaram a surgir acusando Stefani Germanotta, nome verdadeiro da cantora, de plágio à música “Express Yourself”, de Madonna. Agora, passados oito anos, as duas foram fotografadas em conjunto numa after party dos Óscares.

Durante anos, o clima tenso e as acusações subtis mantiveram-se. Segundo o “Daily Mail“, ao fim de vários anos de conflito e especulação, Gaga afirmou que não existia qualquer semelhança entre as duas músicas, esclarecendo que a quantidade de instrumental utilizado na sua composição era muito superior àquela utilizada por Madonna.

Óscares. “Green Book”, “Bohemian Rapsody” e “Roma” foram os vencedores da noite

Em 2016, Gaga chegou mesmo a esclarecer que não queria “desrespeitar Madonna”, cita o “Daily Mail”, “ela é uma boa mulher, e tem uma fantástica e enorme carreira. Ela é a maior estrela pop de todos os tempos”. No entanto, aproveitou o momento para distanciar as acusações que continuavam a recair sobre si. “Eu escrevo toda a minha música. Gasto horas e horas por dia no estúdio. Eu sou produtora. Eu sou compositora. O que eu faço é diferente”.

Na época, a rainha da pop utilizou o Instagram para responder a Germanotta, onde publicou um meme que os utilizadores rapidamente associaram à polémica entre as duas artistas. Na imagem, Hillary Clinton surgia a atender uma chamada telefónica enquanto dizia “não te consigo ouvir. Demasiado ocupada a ser incrível”. A publicação foi posteriormente apagada.

Mais recentemente, no final de 2018, a polémica voltou à rede social de Madonna, quando esta utilizou os Stories do Instagram para divulgar um vídeo em que surge a dizer a frase “Se existirem 100 pessoas numa sala e uma delas disser que gosta, eu só me vou lembrar dessa pessoa”. Esta expressão foi popularizada por Lady Gaga, depois de a utilizar em várias entrevistas e conferências de imprensa para se referir à ligação que estabeleceu com Bradley Cooper.

Após os fãs de Gaga surgirem a criticar a atitude de escárnio de Madonna, a cantora de 60 anos colocou outra publicação no Instagram onde partilha uma versão provocadora da música “Sorry” onde diz, na descrição “Se não consegues fazer melhor que o silêncio… não digas nada”.

Agora, as duas chamaram a atenção dos utilizadores das redes sociais depois de começar a circular uma fotografia onde ambas aparecem num ambiente de amizade e cumplicidade. Na imagem, Madonna abraça Lady Gaga enquanto esta segura o Óscar que tinha acabado de receber pela composição de “Shallow”, considerada a melhor música original na 91.ª edição dos prémios da Academia.

Nas redes sociais também já circulam alguns vídeos que mostram o momento em que Lady Gaga e Madonna posaram em conjunto para os fotógrafos.