Saiba tudo sobre o novíssimo Samsung Galaxy S10 (que está mesmo a chegar a Portugal)

Os novos topo de gama são mais rápidos e caros. E desta vez os ecrãs vão ser quase infinitos — com um buraco minúsculo no topo.

Os novos Galaxy S10 prometem concorrer com os topo de gama da Apple e da Huawei

Samsung

Está cada vez mais difícil para as marcas guardarem um segredo acerca de novos produtos prestes a serem lançados no mercado. Ora porque é uma forma de gerar discussão e antecipar um lançamento há muito esperado, ou porque há sempre alguém dedicado a tirar fotografias de protótipos meses antes de um grande evento. Aconteceu com os mais recentes modelos de iPhone, com o Huawei Mate 20 Pro, lançado no final de 2018, e com a Samsung não foi diferente

Depois de várias semanas marcadas por fugas de informação acerca do novo smartphone da tecnológica sul-coreana, o desafio estava em tentar surpreender os utilizadores com a chegada de um equipamento que já todos conheciam. Mas nem por isso a empresa deixou de tentar e revelou esta quinta-feira, 20 de fevereiro, o seu novo Galaxy S10.

Já se sabe o que trazem de novo, quando chegam a Portugal e quanto vão custar: e são caros, como já tem vindo a ser habitual da marca.

Os novos Galaxy S10 vêm em duas versões

Tal como já tem vindo a ser habitual, as novas versões da linha Galaxy da Samsung chegam em dois tamanhos. O Galaxy S10 terá 6.1 polegadas, enquanto o Galaxy S10 Plus será um equipamento relativamente maior com um total de 6.4 polegadas de ecrã — tornando-se no equipamento perfeito para todos aqueles que fazem uso dos telemóveis para longas sessões de consumo multimédia.

São três e prometem várias melhoras

Samsung

Os dois equipamentos estão disponíveis nas versões de 8 e 12 gigas de memória RAM, com a possibilidade de conterem 128 gigas ou 512 de memória interna para as fotografias, vídeos e aplicações. O Galaxy S10 Plus está disponível na versão 1TB de memória.

As baterias serão de 3400 mAh e 4100 mAh no Galaxy S10 e S10 Plus, respetivamente, e a marca garante que estes modelos são indicados para quem faz um uso intensivo do seu equipamento.

Ambos os smartphones vão continuar a permitir ligar os auscultadores, o que já não é possível com o maior concorrente, desde que lançou iPhone 7, lançado em 2016.

O S10 vai estar disponível a partir de 787€, enquanto o S10 Plus deverá ultrapassar os mil euros. Chegam a Portugal já a partir do início de março.

As câmaras traseiras vão ser três

Uma das maiores mudanças da linha Galaxy é a introdução de três câmaras traseiras, um pouco à semelhança do que aconteceu com o Huawei Mate 20 Pro, o mais recente smartphone da Huawei, lançado em 2018.

No novo equipamento da Samsung estarão duas câmaras de 12 megapixeis e uma de 16. Conversa demasiado tecnológica à parte, o conjunto de três lentes traseiras vão permitir fotografias vibrantes e nítidas — dignas de meter inveja aos seus amigos no Instagram.

O ecrã vai ser quase infinito (e vai ter um buraco)

A empresa sul-coreana sempre foi conhecida pela cor e a nitidez dos seus ecrãs mas, em 2019, vai haver mais um motivo para falar deles. Numa altura em que grande parte dos equipamentos do mercado estão repletos de ecrãs quase infinitos com uma moldura (ou “notch”) na parte superior do ecrã, a Samsung decidiu não adotar a mesma tendência e fazer diferente. Como? Através de um buraco no topo do ecrã.

É nesse pequeno buraco que vai estar a câmara frontal (duas no caso do S10 Plus) usadas para as selfies e para o desbloqueio do equipamento através de reconhecimento facial.

Mas também vai haver um sensor de reconhecimento de impressão digital

Apesar de a Apple ter desistido do sensor de impressão digital em favor do sistema de reconhecimento facial no iPhone X, lançado em 2017, a Samsung parece querer continuar a dar essa possibilidade aos seus utilizadores.

Um pouco à semelhança que a Huawei fez com o seu Mate 20 Pro, a Samsung introduziu um sensor de impressão digital debaixo do ecrã que promete funcionar corretamente e de forma instantânea — mesmo com películas de vidro aplicadas.

Também há uma versão low cost do novo Galaxy

De maneira a concorrer com a Apple e o seu iPhone XR, uma espécie de iPhone X mais atual e barata, a Samsung vai disponibilizar uma versão low cost do Galaxy S10 chamada Galaxy S10e.

Este é o modelo económico do novo S10

Samsung

A ideia é tentar apresentar o mesmo tipo de produto com algumas diferenças a nível de apresentação do modelo mais premium e importante da marca.

A bateria do S10e será de apenas 3100mAh e estará disponível com seis e oito gigas de memória RAM. Neste modelo mais económico, o sensor de impressão digital não estará embutido no ecrã e fará parte do botão lateral do equipamento.

O Galaxy S10e, que terá apenas 5.8 polegadas, vai custar 779€ e estará disponível em Portugal a partir de março.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]