Ano Novo Chinês. Sabe o que significa o Ano do Porco?

O novo ano lunar promete ser cheio de sucesso no trabalho, no amor e nos investimentos. Mas e cuidados a ter? E previsões? Explicamos tudo.

O Porco é o último signo do zodíaco chinês

AFP/Getty Images

Neste dia 5 de fevereiro assinala-se o novo ano lunar. Com ele começa também um novo ano do horóscopo chinês: o Ano do Porco. Os nativos deste signo são pessoas que nasceram nos anos 1947, 1959, 1971, 1983, 1995, 2007 e 2019, e são conhecidos por serem pessoas trabalhadoras, sociáveis e com um bom-sentido de humor. São ainda descritos como pessoas otimistas, generosas, determinadas e sinceras.

Se as mulheres nascidas neste signo são tidas como organizadas e carinhosas, já os homens são considerados calmos e gentis. Os nativos têm ainda como números da sorte o quatro, o seis e o oito, e como cores da sorte o amarelo, o cinzento, o castanho e o dourado.

O Ano do Porco promete ser um ano cheio de sucessos. “De uma maneira geral, o Ano do Porco é um ano bom em termos de trabalho, família e vida amorosa”, explica a professora Teresa Cid, diretora do Instituto Confúcio da Universidade de Lisboa, uma organização vinculada ao Ministério da Educação da República Popular da China. No entanto, deve dar-se um pouco mais de atenção à saúde e ao estilo de vida, pois podem surgir alguns problemas.

Qual o significado do porco na cultura chinesa?

Qual o seu Signo?

Conheça aqui qual o seu signo Chinês, de acordo com o ano em que nasceu.

Rato: 1936, 1948, 1960, 1972, 1984, 1996, 2008

Boi: 1937, 1949, 1961, 1973, 1985, 1997, 2009

Tigre: 1938, 1950, 1962, 1974, 1986, 1998, 2010

Coelho: 1939, 1951, 1963, 1975, 1987, 1999, 2011

Dragão: 1940, 1952, 1964, 1976, 1988, 2000, 2012

Cobra: 1941, 1953, 1965, 1977, 1989, 2001, 2013

Cavalo: 1942,1954, 1966, 1978, 1990, 2002, 2014

Cabra: 1943, 1955, 1967, 1979, 1991, 2003, 2015

Macaco: 1944, 1956, 1968, 1980, 1992, 2004, 2016

Galo: 1945, 1957, 1969, 1981, 1993, 2005, 2017

Cão: 1946, 1958, 1970, 1982, 1994, 2006, 2018

Porco: 1947, 1959, 1971, 1983, 1995, 2007, 2019

O porco é um animal que simboliza riqueza, prosperidade e honestidade na cultura chinesa, sendo também visto como um animal que atrai a sorte. As suas orelhas grandes e bochechas rechonchudas são vistas como um sinal de riqueza.

Tal como na cultura portuguesa, o porco é um animal que é aproveitado de várias maneiras. Por isso, o ano do porco “é um ano especialmente benéfico e propício”, explica a professora Teresa Cid, acrescentando que este ano tem ainda uma vertente reconfortante, gratificante, de abundância e de bem-estar.

O porco é também visto como um animal viril. Os casais que têm dificuldade em ter filhos devem ter um porco como peça de decoração nos seus quartos.

Quais as previsões para o Ano do Porco?

Como o porco é um animal associado à sorte e à riqueza, este é um bom ano para fazer investimentos. Além disso, atrai sucesso para todas as esferas da vida, prometendo um ano cheio de alegrias e sucessos na família, no amor e nas amizades para todos nativos.

Na cultura chinesa, acredita-se ainda que quem nasce sob o signo porco será uma pessoa afortunada. Mas se for deste signo deverá ter cuidados redobrados — quando o signo de nascimento coincide com o ano que estamos viver, este será um ano de azar e má fortuna.

Qual a origem dos signos chineses?

O zodíaco chinês tem 12 signos, tal como o zodíaco mais conhecido em Portugal. No entanto, como esclarece Teresa Cid, “o calendário chinês está organizado em ciclos de 12 anos e cada ano corresponde a um animal”.

Quais as características de cada signo chinês

São várias as características que definem cada signo chinês:

Rato: Inteligente, adaptável, charmoso, perspicaz, sociável;

Boi: Leal, razoável, firme, determinado, perfecionista;

Tigre: Corajoso, ambicioso, líder, carismático, entusiasta;

Coelho: Empático, modesto, diplomático, sincero, sociável;

Dragão: Sortudo, flexível, excêntrico, espiritual, carismático;

Cobra: Organizado, intuitivo, elegante, atencioso, decisivo;

Cavalo: Adaptável, leal, corajoso, ambicioso, aventureiro;

Cabra: Astuto, elegante, encantador, sensível, calmo;

Macaco: sortudo, adaptável, versátil, alegre, inteligente;

Galo: Honesto, enérgico, extravagante, flexível, confiante;

Cão: Leal, sociável, firme, animado, adaptável;

Porco: Filantrópico, determinado, otimista, sincero, sociável.

Mas esta ordem dos 12 signos chineses não foi criada ao acaso e tem origem numa antiga lenda chinesa. De acordo com a lenda (que tem várias versões), o imperador Jade desafiou todos os animais para uma corrida. Os 12 primeiros animais a chegarem ao palácio seriam os escolhidos para integrar o horóscopo chinês.

O primeiro a chegar foi o rato, que das costas do boi, conseguiu chegar em primeiro lugar, ficando o boi logo em segundo. O terceiro e quarto lugar foram ocupados pelo tigre e pelo coelho, respetivamente.

O dragão foi o quinto animal a chegar (e só não chegou mais cedo porque parou no caminho para ajudar uma aldeia que precisava de água). A cobra chegou em sexto lugar, porque vinha escondida no casco do cavalo, que chegou em sétimo.

De seguida chegaram a cabra, o macaco e o galo, que combinaram esforços para alcançarem juntos o palácio do Imperador. O cão foi 11.º animal a chegar porque, apesar de serem um ótimo corredor e nadador, ficou a brincar pelo caminho. O “pequeno e preguiçoso” porco foi o último, o 12.º portanto, porque parou para comer e dormir.

Se se pergunta o porquê de o gato não ser um dos animais dos signos chineses, há também uma explicação: o gato pediu ajuda ao rato para chegar ao palácio mas, durante o percurso, o rato traiu o gato. É por esta razão que os gatos e os ratos são inimigos desde então.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]