Quem comprou um dia uma boa manteiga de amendoim (as altamente processadas não contam), certamente que já passou por isto. Quando o frasco ainda vai no início, acumula-se no topo uma camada de óleo de tamanho considerável. Não há problema nenhum em ingeri-lo, é o óleo natural do amendoim. Só que, em baixo, a manteiga de amendoim está dura como pedra.

Ora isto exige uma boa força de braços para misturar as duas coisas — que só nos faz recordar o tempo em que víamos as nossas avós na cozinha, a bater com uma colher de pau as claras em castelo. “Não uso cá batedeiras, filha”, diziam-nos cheias de orgulho. “Assim é que fica bom”.

Infelizmente nós somos do tempo das máquinas e da tecnologia — e logo pela manhã para o pequeno-almoço, ou ao final da noite para um snack, falta-nos a força de braços para o iron man da manteiga de amendoim.

Aqui estão as melhores bolachas do País

Felizmente há um truque para que o produto mantenha sempre a consistência perfeita. A dica é do blogue “PureWow” e remonta a 2016, mas foi recuperado agora pela imprensa internacional — como foi o caso da “Women’s Health” ou do “News Times“.

Então e qual é o truque? Simples: guardar o frasco da manteiga de amendoim ao contrário. Desta forma o óleo vai espalhar-se uniformemente por todo o frasco, em vez de ficar estagnado no topo. Mais simples impossível.