A nova comédia de Sherlock Holmes foi um fracasso — tanto que os fãs saíram do cinema a meio

Protagonizado por Will Ferrell e John C. Reilly, foi arrasado pela crítica. Nem a Netflix quis comprar os direitos de distribuição.

Vários utilizadores disseram sentir-se enganados e desiludidos com o filme que tinha tudo para dar certo

Sony

O novo filme de comédia sobre as aventuras de Sherlock Holmes tinha tudo para ser bem recebido pelo público. Além de reinterpretar as aventuras do detetive privado mais conhecido do cinema, tinha ainda Will Ferrell (“Talladega Nights”) e John C. Reilly (“Chicago”) nos papéis principais. Porém, não houve gargalhadas, as críticas foram negativas e muitos dos espectadores admitiram ter saído do cinema a meio do filme.

“Holmes & Watson”, estreado a 25 de dezembro, é uma comédia baseada nas personagens criadas pelo escritor Arthur Conan Doyle, em meados de 1887. A história começa com o julgamento de uma personagem que, se descobre logo no início, era incapaz de cometer os crimes de que é acusada devido ao tremor excessivo das mãos — consequência de vários anos de masturbação intensa.

É nesse momento que se apercebem que o verdadeiro criminoso fugiu de Londres para os Estados Unidos e depressa dão início a uma verdadeira caça ao homem. Mas apesar da postura mais descontraída e humorística, a crítica não ficou rendida e arrasou as escolhas do realizador.

A revista “Rolling Stone” escreve que a nova produção “é tão fraca que ainda não há certeza se pode ser considerada uma comédia”. Na mesma linha, “ScreenRant” afirma que “‘Holmes & Watson’ é uma comédia preguiçosa que desperdiça uma premissa interessante e um elenco talentoso para fazer piadas fracas e humor datado.”

A verdade é que pouco rendeu nas salas de cinema e, segundo escreve o jornal britânico “Mirror”, houve vários espectadores a saírem a meio das sessões e a exigirem o seu dinheiro de volta por se sentirem enganados.

“Acabei agora mesmo de sair do cinema, apenas 15 minutos depois de ter entrado. O privilégio de o meu namorado poder escolher os filmes que vemos acabou de ser cancelado”, escreveu uma utilizadora no Twitter.

Mas não foi a única e depressa o fracasso da nova adaptação se tornou num dos assuntos mais comentados do Twitter com vários utilizadores a mostrarem o seu desagrado — havendo mesmo quem descrevesse “Holmes & Watson” como “a maior desilusão de 2018”.

Segundo a revista “Deadline”, a qualidade do filme foi tão criticada que nem a Netflix teve interesse em comprar os direitos de distribuição para o integrar no seu catálogo.

“As avaliações atribuídas pelos especialistas de cinema foram tão medíocres que nem a Netflix se mostrou interessada em comprar o filme à Sony que, por sua vez, foi obrigada a vendê-lo a outras plataformas a um preço mais baixo do que gostaria.”

“Holmes & Watson”, que ainda está em exibição nas várias salas de cinema em Portugal, conta com Etan Cohen como realizador — o mesmo responsável por outras produções conhecidas como “Homens de Negro 3” e “Madagáscar 2”.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]