Família procura fotógrafo para viajar com eles pelo mundo

Maldivas, Estados Unidos e Rio de Janeiro estão nos planos — e são apenas os primeiros destinos.

Uma família está a recrutar um fotógrafo de lifestyle para documentar as suas viagens. O pedido surgiu no Perfocal, uma plataforma que permite que as pessoas encontrem fotógrafos para os mais variados trabalhos. Nesta proposta no mínimo pouco usual, a ideia é encontrar um apaixonado por fotografia que esteja disposto a viajar pelo mundo enquanto tirar fotos a uma família do Reino Unido.

É tudo o que se sabe sobre eles. O  anúncio foi publicado pelo próprio fundador da plataforma, Tony Xu: “No início desta semana recebemos um pedido a solicitar que ajudássemos pessoalmente num ‘pequeno pedido único'”, escreveu no anúncio. “Através do nosso endereço de email, recebemos uma mensagem de uma família do Reino Unido que está à procura de um fotógrafo profissional para viajar literalmente pelo mundo com eles.”

E parece mesmo o trabalho perfeito. O salário anual chega quase aos 90 mil euros, mas a melhor parte é que as viagens são de borla e têm tudo incluído — das refeições à estadia, fica tudo por conta da família. O fotógrafo contratado vai ter direito ainda a 30 dias de férias.

A pessoa ideal para ocupar o lugar tem de ser flexível, com disponibilidade imediata para sair do país sempre que for necessário e capacidade de passar a grande maioria do tempo a viajar, não havendo possibilidade de passar muito tempo na sua terra natal.

O anúncio pede alguém que comece a trabalhar em fevereiro, num horário que andará por volta das dez horas por dia. Durante três meses seguidos, a família vai visitar a Europa, América, América do Sul e Austrália, onde ficarão alojados em casa de férias e residências.

Há mais. O fotógrafo terá oportunidade ir até ao Mónaco e Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, para reportar o Grande Prémio de Fórmula 1, bem como participar no mergulho agendado nas Maldivas, divertir-se no Carnaval do Rio de Janeiro e de Nova Orleães, nos Estados Unidos, e ainda fazer esqui em França, no Val d’Isère.

O trabalho terá a duração de pelo menos um ano (poderá ser renovado) e só se poderão candidatar fotógrafos com mais de cinco anos de experiência em fotografia de lifestyle. Também serão excluídos indivíduos com registo criminal.

Os candidatos pré-selecionados vão ter ainda que ser entrevistados durante um fim de semana para dar garantias de que conseguem manter uma boa relação com a família.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]