Passa o ano inteiro a sonhar com a próxima viagem. Deixa de jantar fora, de sair à noite e pensa duas vezes antes de ir ao cinema para juntar dinheiro e garantir que nada lhe falta na aventura seguinte. Adora ir de mochila às costas, conhecer as populações locais, viver como eles vivem, independentemente do destino. E se lhe dissermos que esse pode mesmo vir a ser o seu próximo trabalho?

A The Wanderlust, uma agência alternativa que foge aos roteiros turísticos tradicionais e que valoriza a experiência local, está à procura de um novo líder para se juntar à equipa de dez viajantes profissionais. São eles que “desenham os destinos e acompanham os grupos nas várias experiências que a agência oferece por todo o mundo”, lê-se no comunicado de imprensa.

Os requisitos no perfil — além de falar português e inglês fluente e ter passaporte válido — tendem a ser características inatas: “Proactivo, prático, com capacidade para comunicar e lidar com pessoas de todas as idades e diferentes origens culturais.”

Os grupos de viagem que o levam a viver experiências diferentes pelo mundo

Para a candidatura, a The Wanderlust desafia os interessados a criarem um roteiro num país — ou países — à escolha, sugerindo locais fora dos roteiros tradicionais, indo ao encontro da filosofia da agência. A ideia é que o candidato mostre “que conhece o destino como se fosse um verdadeiro local, fora dos sítios que constam nos guias turísticos”, através das suas escolhas, que vão desde um local para beber café, a um “alojamento autêntico.”

A The Square, agência que faz a comunicação da agência de viagens, adianta à MAGG que “os selecionados irão ficar em regime freelancer, o que quer dizer que podem conciliar esta com outras atividades, se assim o desejarem.”

De acordo com o que apurámos junto da mesma agência, as condições serão estas:

  • Despesas de sobrevivência de viagem (alojamentos, transportes, alimentação e vistos) cobertas pela The Wanderlust
  • Direito a um pocket money para gastos diários
  • Comissão sobre o lucro da viagem
  • Desconto nas viagens The Wanderlust
  • Integração na equipa de viagens The Wanderlust

Além do roteiro, os candidatos terão de fazer um vídeo de apresentação com dois minutos. O concurso está aberto até 31 de maio. A proposta de roteiro deve ser enviada em formato PDF. A 15 de julho a agência anuncia quem será o seu novo líder de viagens.

A The Wanderlust nasceu em outubro de 2014 e foi fundada por Miriam Augusto, que quis fundar uma empresa pensada para quem gosta de viajar de mochila às costas, longe dos caminhos normais dos turistas. A agência de viagens alternativa tem neste momento 20 itinerários: para a Rússia, Uzbequistão, Vietname, Peru, República Checa, Nepal, Mongólia, Birmânia, México, Malásia, Marrocos, Irão, Indonésia, Índia, Guatemala, China, Estados Unidos da América, Chile, Belize e Bolívia.