O que deve fazer para manter a pele saudável em dias frios

Hidratar é uma das grandes soluções para cuidar da pele durante os meses mais frios. Mas há mais hábitos a adquirir.

Nem as temperaturas mais baixas a vão impedir de ter uma pele imaculada

Rodolfo Sanches Carvalho/ Unsplash

Mesmo que o inverno seja a sua estação favorita  e anseie pela chegada do frio para vestir aquelas peças de roupa mais quentinhas e passar tardes à lareira, é inegável que esta é uma época que exige cuidados extra. A pele é um órgão do corpo que fica especialmente suscetível aos efeitos das temperaturas mais baixas e exige cuidados específicos.

O nosso organismo reage ao frio irrigando o sangue maioritariamente para os órgãos internos, deixando a pele mais desprotegida? Para além deste efeito, as células cutâneas produzem menos colagénio e substâncias gordurosas, o que faz com que a pele perca o seu poder de hidratação natural, que também é diminuído graças à constante fricção das várias peças de roupa que usamos para nos proteger do frio (este gesto diminui o véu protetor da pele, constituído por água e sebo).

Tenha em atenção que os sistemas de aquecimento, independentemente do género (lareira, ar condicionado, aquecedor elétrico ou a gás), secam o ar e danificam a sua pele. E sempre que possível, tente evitar diferenças de temperatura abruptas entre o exterior e o interior.

Mas não desespere, existem hábitos e gestos simples que pode (e deve!) incluir na sua rotina para que consiga manter uma pele cuidada e protegida contra as agressões dos meses de inverno. Descubra sete já de seguida:

Tome banhos curtos e a temperaturas amenas

Por melhor que lhe saiba um duche muito quente, saiba que a água a elevadas temperaturas remove a gordura natural da pele mais rapidamente, tornando-a seca e baça (evite também friccionar a pele com demasiada força). Tome o seu duche com água tépida, não o prolongue por mais que 10 minutos e dê preferência a sabonetes neutros.

Beba água

Este não é um hábito exclusivo dos meses quentes. “Para além de hidratar a pele, o consumo regular de água deve ser incentivado para melhorar o funcionamento dos rins e manter o organismo equilibrado”, referiu à MAGG Alexandra Chaveiro, dermatologista.

Hidrate os lábios

Para além de pouco saudável, uma boca seca é esteticamente feia, principalmente se gostar de usar maquilhagem. O efeito de um batom de cor em lábios ressequidos não podia ser pior. Há que os manter hidratados com recurso a batons apropriados ou vaselina. Prefira produtos com óleos minerais na sua composição, evite molhar a boca mais vezes do que as necessárias e “não remova as peles de forma traumática”, salienta Alexandra Chaveiro. Ou seja, nem pense em arrancar as peles da sua boca. Uma dica para as mais preguiçosas: apesar de ser extremamente recomendado que aplique batons apropriados durante o dia, experimente passar o seu creme hidratante de rosto também nos lábios quando o aplica de manhã e à noite.

Rosto imaculado

Não deixe que o frio atinja a sua cara e tenha cuidados específicos. Escolha produtos apropriados ao seu tipo de pele ricos em antioxidantes, não descure a limpeza, nunca se deite com maquilhagem e prefira produtos em gel, leites, óleos ou águas micelares para este efeito – é verdade que as toalhitas desmaquilhantes são mais rápidas mas não limpam a sua pele em profundidade, deixando muitas vezes restos de produto, gordura e sujidade. Aplique sempre creme hidratante de rosto pela manhã após limpar a pele e outro específico para a noite (com óleos na composição, de preferência). Uma dica importante: de manhã, antes de qualquer outra coisa, passe água fria no rosto, pois fecha os vasos e reduz a vermelhidão.

Use protetor solar

Outro hábito que é importantíssimo manter durante os 365 dias do ano, dado que a radiação solar não surge apenas no verão. “A utilização regular do protetor solar está associada à redução do envelhecimento cutâneo e do aparecimento do cancro de pele”, refere a dermatologista. Tenha também em atenção que o nível de proteção deve ser ajustado ao tipo de pele e também à exposição que pretende fazer. “No inverno, o nível de proteção 15 poderá ser adequado para a vida na cidade, mas será insuficiente para uma atividade prolongada ao ar livre”, acrescenta a especialista. Se usa maquilhagem habitualmente, é também aconselhado que dê preferência a produtos que conciliem num só a hidratação, a fotoproteção e a camuflagem – se aplicar um protetor solar e uma base de cor de seguida, é possível que o primeiro produto perca parte da sua eficácia.

Cuide das suas mãos

Para além do rosto, são a parte do nosso corpo que mais exposta está a agressões externas. As mãos são também a zona com menos glândulas sebáceas e com a pele bastante mais fina do que o resto do corpo. Assim sendo, ande sempre com um hidratante de mãos (e coloque o produto ao primeiro sinal de secura), use protetor solar também nas mãos se passa bastante tempo ao ar livre e use luvas nos dias mais frios. Ao deitar, reforce estes cuidados com a aplicação de óleo de amêndoas.

Hidratar, hidratar, hidratar

Nunca é demais repetir a necessidade de hidratar o seu corpo. Tenha em mente que um creme que funciona durante o verão pode não ser a melhor solução nos meses mais frios: assim como as estações do ano se alteram, as necessidades da sua pele também. Por exemplo: durante o tempo quente até podemos usar cremes mais gordos, mas que secam com facilidade em dias de calor; no inverno, estes cremes criam uma barreira de gordura que demora muito mais a ser absorvida pela pele e, ao vestir a roupa, este gesto retira grande de produto. Aplique sempre o creme a seguir ao banho, de preferência ainda com a pele molhada para preservar a hidratação (não se esqueça dos cotovelos, joelhos e pés, dado que são zonas de extrema secura). Escolha produtos nutritivos, sem excessos de perfume e com óleos na sua composição, dado que este ingrediente cria uma camada protetora na pele e retém mais hidratação que uma loção, por exemplo (ou aposte no uso de um óleo, se se adaptar melhor). Outro truque é escolher um gel de banho com creme hidratante ou propriedades nutritivas – existem vários no mercado e assim começa a hidratar o seu corpo logo no duche. Mas se depois usar um creme hidratante, melhor.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]