Chegaram notícias à imprensa que afirmavam que a carreira de Sara Sampaio estaria em queda e o contrato com a marca americana Victoria’s Secret prestes a chegar ao fim. Segundo a Central Models, que representa a modelo, estas informações não passam de boatos: a agência emitiu um comunicado na segunda-feira, 14 de outubro, a desmentir as especulações divulgadas pela revista “Vidas”, do jornal diário “Correio da Manhã”, divulgadas na semana antes, sexta-feira, 12 de outubro.

No comunicado pode ler-se: “A Central Models refuta na totalidade o último trabalho de capa da revista ‘Vidas’ pertencente ao jornal diário ‘Correio da Manhã’, que esteve nas bancas sábado, 12 de outubro, e que daria a entender aos seus leitores que a carreira da modelo internacional Sara Sampaio estaria em ‘queda’ e ‘tem a a sua carreira internacional em perigo'”.

A agência de modelos justificou a visibilidade aparentemente mais reduzida de Sara Sampaio: devido ao elevado estatuto de “anjo” da modelo portuguesa, a marca prefere usá-la para campanhas mais importantes, como a do perfume Bombshell Intense ou como cara das novas coleções — o que ficou provado dias depois.

Ali Tate-Cutler é a primeira modelo plus size a colaborar com a Victoria’s Secret

Na sequência da polémica, a modelo portuguesa publicou no Instagram imagens da nova coleção de outono da Victoria’s Secret, em que surge de lingerie como cara da nova “Unlined“. Em resposta, recebeu dezenas de comentários que brincavam com a notícia de desemprego lançada pela revista portuguesa.

“Nota-se mesmo que está desempregada”, disse um seguidor. “Com esta foto a Sara acabou de irritar as revistas que viram os seus rumores de merda para vender revistas cair por terra”, acrescentou outro.

Aqui ficam alguns dos modelos da nova coleção de outono da Victoria’s Secret.

15 fotos