Há muito tempo que o telefone deixou de ser um aparelho apenas para fazer chamadas. Primeiro foram as mensagens escritas, depois os jogos para matar o tempo (quem nunca jogou Snake até à exaustão que se acuse), os emails, a possibilidade de tirar fotografias.

Com o desenvolvimento da tecnologia chegaram os smartphones, e com eles toda uma panóplia de apps, funcionalidades, redes sociais, videochamadas e muitas outras ferramentas. A evolução foi tal que, hoje, quase todos nós temos a vida neste pequeno aparelho. E cada vez mais nos isolamos no telefone, ignorando tudo à nossa volta.

Foi a pensar na sociedade atual, tão viciada em tecnologia, desde as crianças aos adultos, que Eric Pickersgill, um fotógrafo profissional americano, criou o ensaio “Removed”.

Fotógrafa lança livro com imagens de animais velhinhos

Nesta série de fotografias, capturadas desde 2014 até ao presente, o fotógrafo retrata imagens de pessoas comuns, em vários aspetos do seu quotidiano, com os telefones nas mãos, tirando-os de cena apenas momentos antes de fotografar.

O resultado está à vista: em vários ambientes diferentes, dos momentos em família aos de lazer, podemos observar as pessoas com um aspeto solitário, focado no vazio, apesar de tudo o que se passa à sua volta.

13 fotos