Entrar numa loja de maquilhagem e escolher uma base que seja exatamente aquilo que procurava pode ser tão difícil como personalizar uma bebida num Starbucks. Existem demasiados acabamentos, tons, sub tons e toda uma panóplia de questões a ter em conta antes de encontrar aquele produto que vai fazer milagres pela sua pele.

Não é uma tarefa fácil, é certo, e muitas vezes saímos de uma loja completamente derrotadas e insatisfeitas com a escolha que fizemos só para nos apercebermos, assim que aplicamos o produto pela primeira vez, que foi realmente um tiro ao lado. Quem nunca passou por uma situação destas que atire a primeira pedra.

Mas a verdade é que nem sempre tem de ser assim. Em cada loja existem sempre funcionários prontos a responder a todas as dúvidas que tiver, e uma simples pesquisa online também pode ser uma grande ajuda. O objetivo principal é sempre que o produto se funda na perfeição com o seu tom de pele, não acentue as linhas e não marque zonas secas ou poros. No fundo, a sua pele, mas melhor.

Para que não corra mais riscos e acumule produtos em casa que nunca voltarão a ver a luz do dia, deixamos algumas dicas para que saiba ao certo o que deve procurar quando precisar de renovar o seu stock de maquilhagem.

Descubra qual é o seu sub tom

Muito mais do que o tom da base escolhida, o sub tom pode fazer toda a diferença. De um modo geral existem três — quente, frio e neutro — embora existam várias marcas que fazem diferentes variações de cada um deles. A maneira mais fácil de perceber qual é o seu é olhar para as veias do seu antebraço.

Se tiverem uma tonalidade mais esverdeada, então o seu sub tom será mais quente e dourado, o que quer dizer que também tem facilidade em bronzear-se nos meses de verão. Já quem tiver as veias azuladas ou roxas tem um sub tom frio e rosado, que tem mais dificuldade em conseguir aquele tom dourado de fazer inveja às colegas no fim do verão. Por outro lado, se notar que tem uma mistura de veias azuladas e esverdeadas, o seu sub tom é neutro.

Conheça a sua pele

Este é talvez o passo mais importante para escolher qualquer produto para colocar na pele, seja um hidratante, um primer ou, claro, uma base. Se tiver a pele mais seca, deve evitar produtos que sejam Oil-free ou mate, por exemplo. Já quem tem tendência para a oleosidade deve manter-se longe de produtos mais hidratantes.

Também é importante que perceba se a sua pele é mais ou menos sensível, já que alguns ingredientes como as fragrâncias podem causar reação. Nestes casos, tente encontrar um produto sem perfume, sem álcool e que não contenha óleos minerais.

Escolha o acabamento certo

Depois de perceber qual é o seu tipo de pele, está na altura de escolher o acabamento que pretende. Bem avisámos que escolher uma base era um mundo, e, por isso mesmo, não faltam opções de acabamentos.

Luminoso, acetinado, mate ou semi-mate. Estes são os termos que deve conhecer como a palma da sua mão. Enquanto o luminoso e acetinado dão um ar mais natural, as bases com acabamento mate são conhecidas por darem um ar de pele perfeita e durarem várias horas, sem quebrar. Só tem de perceber o que é que procura realmente.

4 fotos

Cobertura: menos ou mais?

Na hora de escolher o tipo de cobertura da sua base, mais uma vez, importa saber ao certo o que  pretende conseguir. Está apenas a disfarçar pequenas imperfeições? Quer um tom de pele mais uniforme? Tem manchas, marcas ou cicatrizes que quer esconder?

Se não quer ter um ar muito carregado e só quer mesmo que a sua pele tenha um ar saudável, uma base com cobertura leve a média pode ser a opção certa para si. Já quem tem alguns problemas de pele que quer disfarçar deve escolher um produto com mais concentração de pigmento e, por isso, uma cobertura mais elevada.

Teste antes de se comprometer

Este é talvez o melhor conselho que podemos deixar. Antes de fazer o investimento numa base, teste sempre o produto na sua pele. Aconselhe-se com um profissional, seja no local onde vai comprar o produto ou até mesmo com um maquilhador profissional, e aplique a base na pele.

Tente estar com ela o máximo de tempo possível para ver se se funde na perfeição com o seu tom, se o acabamento é o que procura, se dura tempo suficiente, se acentua as linhas e se vai ao encontro do que está à procura. Depois, é só usar e abusar da sua nova base de eleição.