Irmão da princesa Diana vende cópias do elogio fúnebre que leu no funeral

O discurso custa 33€, pode ser adquirido na propriedade da família ou online e, se quiser, vai assinado pelo próprio.

Charles Spencer é o irmão mais novo da princesa Diana

Diana, a princesa de Gales, morreu a 31 de agosto de 1997 em Paris. A história trágica já todos conhecem, mas passados 22 anos as polémicas à volta da princesa do povo não têm fim. Das teorias da conspiração às entrevistas que recordam uma mulher controversa, Diana continua a ser notícia em todo o mundo.

Desta vez, a polémica vem da própria família da princesa – mais concretamente do irmão mais novo, Lorde Charles Spencer. Como forma de alegadamente homenagear a irmã, Lorde Spencer está a vender cópias do elogio fúnebre feito para o funeral de Diana, que aconteceu a 6 de setembro e 1997.

O texto vem com uma capa azul dura, com o título “Tributo de Earl Spencer a Diana, Princesa de Gales”, custa 33€ e pode até vir assinado pelo próprio. O discurso de Charles Spencer encontra-se à venda na propriedade da família, em Northamptonshire, que está aberta ao público durante o verão, e ainda online.

Um visitante explicou ao “Fabulous Digital”, citado pelo “The Sun”, como foi visitar a propriedade da família Spencer para obter uma cópia do elogio fúnebre. “Só anunciaram no próprio dia [que ia assinar os livros]. Ele normalmente passa 15 minutos com as pessoas”, disse. “Estavam 50 ou 60 pessoas na fila, provavelmente mais. Ele foi uma pessoa muito simpática, agradável e agradeceu a todos por terem vindo”.

Segundo revela ainda o visitante, Charles Spencer também assina os seus livros de história, que custam 22€. “Ele não assinou o meu guia, que custou 6,60€”, disse.

A propriedade de Althorp, em Northamptonshire, é casa da família Spencer e também o sítio onde a princesa Diana se encontra sepultada. A princesa do povo está numa pequena ilha, com um lago a rodear. A escolha do local prendeu-se com a privacidade que este sítio daria à eterna princesa do povo.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]