“Por Treze Razões”. Dois anos depois, Netflix edita cena de suicídio de Hannah Baker

Foi um dos momentos mais polémicos e que levou a que a série fosse acusada de romancear questões como a depressão e o suicídio nos jovens.

A cena em que Hannah corta os pulsos na banheira foi editada e já não pode ser vista na Netflix, em Portugal

Netflix

Desde o início de “Por Treze Razões” que sabemos qual vai ser o desfecho da vida instável de Hannah Baker (Katherine Langford). Não é por isso, porém, que a cena de suicídio no último episódio é menos forte ou polémica. Numa banheira, Hannah desiste de viver cortando os pulsos — contrariando a versão original do livro, onde se suicida através de uma overdose de comprimidos.

A série, que chegou à Netflix em 2017, foi várias vezes acusada de romancear questões como a depressão ou o suicídio, o que levou a plataforma a emitir um aviso antes de cada episódio. O objetivo era alertar todos os espectadores para o facto de a série retratar temas sensíveis, e avisá-los de como poderiam pedir ajuda se estivessem a passar pelo mesmo.

Apesar da polémica, os responsáveis pela Netflix sempre defenderam a produção. Segundo a revista “Variety”, o CEO do serviço, Reed Hastings, apoiou a forma como a série estava estruturada e adiantou que ninguém era obrigado a vê-la.

“É controversa, mas ninguém é obrigado a vê-la. Somos um serviço on-demand e estamos entusiasmados com a possibilidade de uma terceira temporada da série. E vamos dar o nosso apoio a toda a equipa a trabalhar nela”, disse.

Cerca de um mês depois do comentário de Hastings, uma das cenas mais violentas da primeira temporada foi editada. A notícia foi adiantada pela própria Netflix esta segunda-feira, 15 de julho, através de um comunicado oficial a que a revista “Variety” teve acesso.

“Ouvimos de muitos jovens que a série ‘Por Treze Razões’ os levou a falar abertamente sobre temas difíceis como a depressão ou o suicídio e isso motivou-os a procurar ajuda. Alguns deles pela primeira vez. À medida que nos preparamos para lançar a terceira temporada este verão, estamos mais atentos ao debate que se formou em redor da série”, pode ler-se no comunicado.

Depois de ouvir vários jovens e organizações especializadas em lidar com o suicídio e a depressão nos mais jovens, a Netflix diz que, em conjunto com os produtores e o criador da série, Brian Yorkey, decidiu “editar a cena em que Hannah tira a própria vida” na casa de banho durante a primeira temporada.

Na nova versão do último episódio, Hannah olha-se ao espelho da casa de banho e a cena é interrompida por um corte abrupto. O momento que antes mostrava Hannah a cortar os pulsos dentro da banheira foi agora substituído pela cena em que os pais chegam a casa e descobrem a filha já sem vida. 

“Nenhuma cena é mais importante do que a longevidade da série e da mensagem que queremos passar: de como é importante tomarmos conta uns dos outros. Acreditamos que esta edição vai fazer fazer bem à grande maioria de espectadores, à medida que reduz o risco de influenciar possíveis jovens mais sensíveis e vulneráveis”, lê-se ainda.

A nova temporada de “Por Treze Razões” ainda não tem data de estreia anunciada mas espera-se que chegue à Netflix ainda este verão.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]