O verão já chegou, mas deixou o bom tempo em casa. Nós compreendemos a frustração, mas faltam poucos dias para as temperaturas começarem a subir — se correr tudo como previsto, a partir de quinta-feira, 27 de junho, vamos voltar a suspirar por um dia de praia. Mas porque o verão não pode ser apenas isso, a MAGG foi à procura das melhores coisas para fazer em Lisboa nos próximos meses.

Das visitas a exposições até às degustações gastronómicas, sem esquecer os passeios pelo Tejo ou espetáculos de luzes no Convento do Carmo, temos 12 sugestões imperdíveis.

1. 7 Fados, 7 Colinas

Até ao final do ano, vai poder percorrer alguns dos bairros históricos da capital, como o Largo do Chiado, o Largo do Camões, o Bairro da Bica ou o Bairro Alto. Os passeios da visita “7 Fados, 7 Colinas” são organizados pela empresa Lisboa Antiga e duram 45 minutos.

Ao longo do percurso, os visitantes podem assistir a espetáculos de fado, numa típica casa de fados no Bairro Alto, enquanto petiscam produtos tipicamente portugueses — como pão, queijo e azeitonas. Isto tudo durante as 16 e as 18 horas.

Se por acaso prefere passear à noite, existe ainda a possibilidade de jantar numa casa de fados, com direito a entrada no Museu do Fado. Os preços variam entre os 16€ (crianças dos 6 aos 12 anos) e os 35€ (adultos).

2. Lisbon Under Stars

No ano passado juntou mais de 30 mil pessoas e venceu o Prémio de Melhor Evento Cultural. O Lisbon Under Stars, nas ruínas do Convento do Carmo, está de volta este ano para mais uma edição de espetáculos de luzes, música e artes urbanas.

Catarina Furtado é a apresentadora/narradora deste espetáculo que anima o convento, de segunda-feira a sábado, até 17 de julho. No evento, que conta com banda sonora de Amália Rodrigues, Salvador Sobral ou Zeca Afonso, vão estar presentes vários artistas convidados como a fadista Mariza ou o artista Vhils.

Os bilhetes para o Lisbon Under Stars podem ser adquiridos por 11,99€, mas as crianças até aos 5 anos não pagam.

No Dia Mundial do Ioga, há aulas gratuitas no miradouro das Amoreiras

3. Espaços que não têm lugar

O bom tempo é sinónimo de cinema ao ar livre. Se está farto de ver filmes fechado em casa ou numa sala de cinema, saiba que ao longo do verão pode ver uma qualquer longa-metragem em plena praça pública. É o caso da Casa da Achada, que organiza o evento “Espaços que não têm lugar“.

Este ciclo de cinema ao ar livre pretende questionar os conceitos de espaço e lugar a partir dos filmes que vão ser apresentados até 26 de agosto. Todas as segundas-feiras, de 1 de julho a 26 de agosto, vão passar filmes como “O Feiticeiro de Oz” ou “O Anjo Exterminador”. Todas as sessões são apresentadas por um convidado que irá promover uma discussão no final de cada filme.

4. Footlab, o paraíso para quem gosta de jogar futebol

Não é só de atividades ao ar livre que é feito o verão. Também há coisas interessantes que se podem fazer dentro de quatro paredes. É o caso do Footlab, um espaço que permite aos visitantes realizarem vários desafios relacionados com a prática do futebol.

Os interessados em visitar este espaço vão poder testar as suas capacidades com exercícios de técnica com a bola nos pés, a velocidade da sua corrida, bem como a potência e a precisão dos remates. No Footlab também é possível jogar futebol, futvólei ou ainda três para três com balizas pequenas e aleatórias — uma vez que existe um sistema de luzes que indicam em que baliza se deve marcar golo.

Os bilhetes podem variar entre os 2,50€ e os 60€.

Há espetáculos gratuitos de stand-up nos Armazéns do Chiado

5. Circuito de arborismo

Outra atividade para famílias com filhos (e não só) passa pelo Adventure Park, no Pinhal da Paiã, na Cruz Quebrada. Lá os visitantes podem tornar-se em verdadeiros Tarzans sem terem que conviver com os gorilas da selva.

De sexta-feira a domingo, das 10 às 17 horas, vai poder realizar um circuito de arborismo — que consiste na passagem sequencial de obstáculos entre plataformas posicionadas nas copas das árvores —, como slide, escalada ou atravessar pondes suspensas.

Também pode fazer canoagem e jogar mini golfe. Para participar, basta ter no mínimo mais de 1,20 de altura. Os bilhetes custam 10€.

6. Passeio de veleiro

É no verão que também se veem muitos barcos a passear pelo rio Tejo. Já se imaginou a passar um final de tarde a bordo de um veleiro enquanto observa a paisagem? É possível. De acordo com o site “Fever“, existem três modalidades de realizar este passeio: uma tour de uma hora, às 11 horas, uma tour mais longa às 15 horas ou ainda um sunset cuja hora varia ao longo do ano.

Durante o passeio, os novos membros da tripulação dispõem de uma cerveja ou refrigerante, água engarrafada ilimitada e alguns petiscos para acompanhar. Os preços variam entre os 20€ e os 45€, consoante o tipo de passeio que quiser.

A quarta edição do POSTER está a chegar e promete espalhar várias obras de arte por Marvila

7. Passeio de helicóptero

Se há quem prefira os passeios pelas águas calmas do rio Tejo, também há quem prefira ver Lisboa de cima. Não é através de fotografias com drones, mas sim de um passeio de helicóptero pela zona de Lisboa.

Existem três tours disponíveis. Num passeio de 10 minutos, pode observar a linha do Tejo e a zona histórica de Belém, sobrevoando os monumentos da icónica zona ribeirinha de Lisboa. Com 15 minutos de duração, a tour Descobrimentos sobrevoa o estuário do rio, chegando às praias da Caparica e Costa Noroeste. O passeio mais longo, 20 minutos, passa pelo Forte de São Julião da Barra, e pela linha costeira até Cascais.

Pode optar por ir sozinho ou com mais duas pessoas. Os preços variam entre os 73€ e os 420€.

8. Festival Lisb-ON

Verão não é verão sem os habituais festivais de música. Depois de três meses de praia, nada melhor do que entrar no mês de setembro a ouvir música do Lisb-ON, de 6 a 8 de setembro, no Parque Eduardo VII.

Este festival realiza-se num jardim escondido e vai estar aberto das 14 horas à meia noite. O preço do bilhete diário é de 30€, enquanto o passe para os três dias custa 65€. Os menores de 14 anos não pagam, desde que sejam acompanhados por um encarregado de educação.

Este festival ensina a compostar, a ter uma horta e a cozinhar sem desperdício

9. Feijoada à brasileira

Em Lisboa há restaurantes em quase todas as esquinas, mas não é em todos que se pode comer comida tipicamente brasileira. É o caso do Boteco da Dona Luzia, onde aos sábados pode provar a típica feijoada.

Localizado na Avenida 5 de Outubro, este restaurante promete dar a conhecer aos portugueses, e a quem visita a cidade de Lisboa, o melhor da cultura brasileira. O preço é de 12€ por pessoa.

10. Degustação de comida libanesa

Na Avenida da Liberdade, encontra-se o restaurante Fenícios, um espaço de comida tipicamente libanesa. Segundo o “Fever“, é possível degustar oito especialidades vindas diretamente da Ásia Ocidental enquanto se observa a cidade de Lisboa.

Os interessados podem comprar um bilhete para essa degustação na mesma plataforma e têm direito a duas bebidas. Os pratos incluídos variam entre mistura de legumes, saladas e até pizzas. Tudo típico do Líbano. O preço do bilhete é de 28€.

Banksy pôs Lisboa e outras cidades do mundo na lista negra

11. Smash It Room ou como é possível passar o verão a partir tudo

Normalmente as férias servem para descansar, mas às vezes para expulsar o excesso de stresse. Antes de cometer alguma loucura ou desatar a partir coisas, saiba que existe um espaço onde é possível fazê-lo sem ser julgado.

Chama-se Smash It Room e permite partir vários objetos, desde garrafas, um manequim ou até mesmo um computador completo. Se quiser até pode levar objetos de casa para parti-los lá. Os preços variam entre os 9,95€ e os 119,95€ e as entradas são válidas para duas pessoas.

12. Uma festa num iate

Se tem daqueles amigos chatos que estão sempre a gabar-se de terem umas férias incríveis, chegou a hora da vingança. Agora vai ser possível entrar numa festa exclusiva dentro de um iate ao longo de todo o verão, graças à Seaventy.

Todos os sábados, até ao final da estação mais quente do ano, vai poder embarcar nas Docas de Santo Amaro, em Alcântara, para desfrutar de duas festas diárias com DJ, bebidas e, acima de tudo, divertir-se. De acordo com o comunicado enviado à imprensa, as Beach Yacht Parties realizam-se das 14h30 às 18 horas.

Mas não se fica por aqui. Das 19 horas às 21h30, acontece um sunset que permite conhecer as zonas de Belém até Santa Apolónia. Os bilhetes para ambas as Yacht Parties custam 40€ e incluem duas bebidas por pessoa. Quem fizer reservas antes do final deste mês, recebe duas bebidas extra.