Se é daqueles que vive por antecipação e já há muito fez as contas aos feriados deste ano, já percebeu que vêm aí muitas hipóteses de pontes ou semanas de férias.

A pensar nisso, a MAGG traçou um plano para o ajudar a aproveitar esses dias ao máximo, com viagens fora da caixa, não tanto pelo destino, mas pela forma de lá chegar. A premissa é só uma: o carro fica em casa. A partir daí, vale tudo, até fazer 150 quilómetros a pé.

1. De autocarro até San Sebastian

Ainda é um serviço pouco conhecido pelos portugueses, mas assim que se aperceberem que é possível sair do País por preços a partir dos 3€ euros, é possível que se transforme num fenómeno. A Flixbus é uma rede de transportes alemã que liga toda a Europa de autocarro a preços baixos. Portugal, ainda que esteja num ponto do globo pouco privilegiado para grandes viagens por estrada, tem como possibilidades países como Espanha, França,  Alemanha e até Itália.

Fizemos uma simulação e, para San Sebastián, a sair de Lisboa dia 13 de junho e a voltar no domingo, 16, a viagem fica por 9,99€ ida, mais 9,99€ de volta. Ou seja, por 20€ e muitas horas de autocarro (feitas estrategicamente durante a noite) pode passar um fim de semana prolongado neste ponto de Espanha conhecido pela praia e pelos pintxos, uma tapa quase sempre posta em cima de uma fatia de pão e estrategicamente acompanhada de cerveja ou vinho.

5 praias portuguesas nas melhores da Europa, segundo o “The Guardian”

2. De comboio até Madrid

Já pensou em sair de Lisboa à noite e acordar de manhã em Madrid? É possível, basta que para isso apanhe o comboio que todas as noites sai da Gare do Oriente e atravessa os dois países de maneira a chegar à cidade espanhola às 8h40, mesmo a tempo de aproveitar o dia.

Os bilhetes do Lusitânia Comboio Hotel estão disponíveis a partir de 24,60€ e tudo depende do tipo de assento que escolher. Há desde lugares sentados até camas em compartimentos individuais.

3. De bicicleta pela Nacional 2

Foi preciso a imprensa internacional começar a falar sobre a estrada que liga Chaves a Faro para que, de repente, percebêssemos que tínhamos uma espécie de Route 66 no País.

Agora, é ver pessoas a fazer a Nacional 2 de carro, mota, trotinete, a pé — sim, o escritor Afonso Rei Cabral fê-lo em busca de inspiração para novos livros — mas a nossa sugestão é que o faça de bicicleta.

Houve já quem conseguisse a proeza de fazer a viagem de 738 quilómetros em 29 horas a pedalar, mas o melhor é ir com tempo, apreciar a paisagem e parar para conhecer o País. É que a estrada passa por terras como Régua, Viseu, Abrantes, Aljustrel ou Almodôvar, tudo paragens obrigatórias.

Os 10 destinos de férias mais populares no Instagram

4. De avião até Paris

Não é uma forma muito original de viajar, mas quando vemos os preços da Ryanair, o difícil é resistir ao botão “Finalizar compra”. A companhia aérea faz preços especiais para os meses de verão e, bem escolhido, consegue encontrar viagens desde Portugal, com saída do Porto, Lisboa e Faro — até Paris por apenas 19,99€. O regresso, se igualmente bem calculado, fica pelo mesmo preço. É o caso da viagem com saída do Porto no dia 23 de junho, com regresso a 29 do mesmo mês. Total: 39,98€.

5. A pé até Santiago de Compostela

Há quem o faça por questões religiosas, mas arriscamos dizer a maioria o faz pela aventura e pela superação. O caminho acaba em Santiago de Compostela mas começa onde quiser, até porque existem trajetos demarcados a partir de várias zonas, tanto de Portugal como Espanha.

O caminho tradicional passa pelo Porto, Ponte de Lima e Valença, até cruzar fronteira, e o caminho da costa passa por Viana do Castelo, Caminha e, neste caso, a fronteira até pode ser cruzada de barco.

Tire pelo menos uma semana para que esta caminhada, que pode chegar às centenas de quilómetros consoante a casa de partida escolhida, possa ser também uma forma de conhecer as cidades por onde passa.

6. De autocaravana pela costa alentejana

Se não faz questão de dormir numa cama com dez almofadas e ter à sua espera um pequeno-almoço buffet típico de hotel, esta pode ser uma opção. Provavelmente vai dormir numa cama que durante o dia serviu de mesa e o pequeno-almoço vai ser cozinhado num Campinggaz, mas pense que vai fazê-lo exatamente onde quiser.

Se decidir ir de autocaravana pela costa alentejana pode parar em Aljezur, acordar a dois passos da Arrifana ou comer com vista a Ilha do Pessegueiro. Basicamente, vale tudo, uma vez que a casa anda sempre connosco.

Fizemos uma simulação no site da IndieCampers, uma empresa de aluguer de autocaravanas, e de 8 a 13 de junho, a aproveitar bem os feriados que 2019 nos dá, o aluguer de uma carrinha Sporty, com capacidade para quatro pessoas, fica por 476€.