Pompeii chega a Portugal — e traz consigo o híbrido entre ténis e sapatos

A marca espanhola, nascida do sonho de 4 amigos, já está disponível para venda em Portugal, com entregas em 48 horas e devoluções gratuitas.

A Pompeii nasceu em Espanha, mas hoje já chega a vários países europeus

Pode ter o mesmo nome que a condenada cidade romana destruída pela erupção do Monte Vesúvio no ano 79 antes de Cristo, mas esta marca espanhola está longe de ser um desastre.

Criada em 2014, a Pompeii nasce do sonho de quatro colegas de escola, apaixonados por ténis, que largaram as suas carreiras profissionais para criar a sua própria marca de ténis, claro está. Tendo em conta que a área de produção era totalmente desconhecida para os criadores, Jaime Garrastazu, Jorge Vidri, Nacho Vidri e Cosme Bergareche, estes recorreram ao Google para tirar as primeiras dicas.

Com um investimento inicial de 18 mil euros, uma carrinha e muita força de vontade, partiram em busca de fábricas que os deixassem criar a primeira coleção da marca. Esta acabou por ser composta por 349 pares do modelo Higby, que continua a ser o mais vendido da Pompeii até hoje.

Atualmente, e apesar de ter nascido em Espanha, onde é uma das marcas mais vendidas, a Pompeii comercializa os seus produtos em Itália, França, Alemanha e Reino Unido — e chega agora a Portugal. Caracterizada por modelos de calçado versátil, que combinam o conforto dos ténis com a elegância de um sapato, todas as coleções existentes estão agora disponíveis para venda no nosso País através do primeiro site internacional da marca.

Mais: se encomendar através do site, a marca garante que recebe a sua encomenda em 48 horas (o mesmo tempo de entrega do que em Espanha), para além de existir um serviço de devolução ilimitado e gratuito durante 365 dias.

Embora a Pompeii não tenha lojas físicas em Portugal, a marca vai estar presente nas próximas duas edições do Market Stylista, os famosos mercados da blogger Maria Guedes, em Lisboa e no Porto, no próximo mês de junho.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]