No século XI, os vestidos das mulheres na Europa eram largos e soltos, muito semelhantes às túnicas usadas pelos homens. Décadas depois, no século XVI, a rainha Isabel I ditava o tipo de vestidos que as mulheres estavam autorizadas a usar e, já no século XX, mais precisamente durante a Segunda Guerra Mundial, estas mesmas peças eram inspiradas nos uniformes militares.

Até à data, os vestidos continuam a ser a peça mais consensual entre o sexo feminino quando o código de vestuário é mais formal, mas são também versáteis e fáceis de conjugar, principalmente quando falamos das peças mais casuais — e dependendo dos acessórios, os vestidos dão perfeitamente para transformar um look de cocktail num mais descontraído.

Quaisquer ténis de tom neutro ficam bem para complementar o visual, se pretende estar confortável, enquanto umas sandálias nude com um salto médio a alto resultam num look mais cuidado. E para as noites mais frescas, a solução também é fácil: basta optar por um blusão de ganga ou um quimono de linho, e já está.

Quem disse que os vestidos têm de ser aborrecidos? 12 sugestões com padrões

Outro dos benefícios dos vestidos é o dinheiro que nos poupa na carteira. Apesar de existirem alguns mais dispendiosos, a verdade é que muitas das lojas da chamada fast-fashion têm opções bastante económicas, tendo em conta que estamos a falar de uma só peça de roupa que totaliza um look inteiro.

Para lhe facilitar a vida, deixamos-lhe 11 sugestões de vestidos para receber o verão, todos por menos de 20€ — dos coloridos aos neutros, dos curtos aos midi, tem muito por onde escolher.

11 fotos