Quem é que sabe tudo o que se passa na televisão portuguesa? Quem é aquela pessoa que reconhece todas as personagens da novela, tem noção de todas as tramas, vibra com os apresentadores da manhã e não perde nada do que se passa à tarde na TV?

A avó, claro. A avó adora os canais generalistas (confessa-nos esta avó que é fã de Cristina Ferreira, em particular) e é uma verdadeira enciclopédia no que diz respeito à televisão portuguesa. Maria Fernanda Simões tem 75 anos e é a autora da nova rubrica da MAGG, “A avó explica”. Todas as semanas, é ela quem nos conta o que de mais interessante aconteceu na televisão.

Aqui fica o seu terceiro texto.

Esta semana quero começar por falar do incêndio na Catedral Notre-Dame, em Paris. Foi chocante ver o monumento que já tive o privilégio de visitar a ser consumido pelas chamas. Através dos vários diretos ao longo dessa tarde, fiquei colocada à televisão a assistir à tragédia. Por isso, queria manifestar a minha tristeza para com aquele desastre.

Passando para os programas da manhã, devo confessar que esta semana a minha rotina se alterou um pouco. Com a Cristina Ferreira de férias, e com o programa a ser conduzido pelo Cláudio Ramos, a minha escolha foi para o “Você na TV”. Nada contra o Cláudio, mas para mim o Manuel Luís será sempre o Manuel Luís. Fazendo as contas, estando a Cristina e o Goucha, eu vou alterando entre a SIC e a TVI, não estando a Cristina, a minha escolha será sempre o Manuel Luís.

A Avó Explica. O vestido da Cristina e as duas melhores cenas da novela “A Teia”

Isto para explicar que me comovi com a entrevista dada pela artista Simone de Oliveira ao programa das manhãs da TVI. Com 81 anos, a cantora continua bonita, com as suas rugas – que só revelam sabedoria – e por isso admiro-a imenso. Acho difícil haver alguém que não goste deste ícone da música portuguesa. Uma coisa que me deixou de boca aberta foi o facto de Simone de Oliveira ainda ter aulas de canto, ainda que eu ache que não precise nada.

No mesmo programa, vi que estreou um filme português, “Quero-te Tanto“, com o Pedro Teixeira e com a Benedita Pereira como atores principais. Não sendo uma apreciadora de filmes, acho que esta seria uma boa aposta que me levaria até um cinema. Fica a dica para quem quiser aproveitar o feriado.

Benedita Pereira e Pedro Teixeira são os protagonistas

Também no Goucha, gostei de ouvir falar a Dr. Susana Garcia, uma advogada que tem o espaço “Consultório Jurídico” no programa. Gosto muito de a ouvir porque me parece muito correta e justa nos seus comentários. Do meu ponto de vista, acho que é refrescante ouvir uma advogada falar sem pruridos e incoerências – tão típicas na justiça de hoje em dia.

Depois das manhãs, saltamos diretamente para a noite, mas continuamos no mesmo canal. Das novelas tenho dois apontamentos a fazer. O primeiro vai para a atriz Dalila Carmo, que faz um papel incrível como Júlia Vaz Pereira na novela “Valor da Vida”. A trama passa-se em Guimarães e Dalila consegue captar o sotaque de uma forma realmente incrível. Tem muita desenvoltura em todos os papéis que faz e, por isso, é uma atriz de quem gosto muito.

A Avó Explica. Adoro viajar pelo mundo com as novelas da TVI

O segundo apontamento vai para a novela “A Teia” e para a história que gira à volta da família Messias: um casal com uma filha biológica e uma filha adotada – e cuja história já referi na minha primeira crónica. Desta vez, a mãe vai entregar a filha adotiva ao lar por acreditar que ela magoa a filha biológica (o que não é verdade).

O que me prendeu foram as palavras da freira que recebeu a menina. “Uma criança não é algo descartável. Se a sua filha biológica fizesse algo de mal também lhe punha as malas à porta?”, perguntou. Compreendo que esta cena seja ficção, mas foi algo que me comoveu e me fez pensar se existem na realidade pessoas capazes de tal atrocidade.

Por esta semana é tudo. Volto na próxima semana com novos comentários. Agora é hora de ligar para a SIC e ver a Cristina.