Cristiano Ronaldo está outra vez envolvido numa polémica que, como não podia deixar de ser, começou nas redes sociais. O jogador português publicou um vídeo no sábado, 6 de abril, onde joga à bola com Mateo, o filho mais novo. As críticas surgiram depois de vários utilizadores repararem que Eva, irmã gémea de Mateo, está lá ao fundo a fazer de conta que chuta uma bola que não tem.

A internet não perdoou e foram vários aqueles que acusaram Cristiano Ronaldo de fazer distinção de género e discriminar a própria filha — que acabou a brincar com outros brinquedos associados às lides domésticas.

“Estávamos à procura de um fora de série, comprámos um rei”. O cântico viciante sobre Ronaldo

Desde então já foi criada a hashtag #EvaTambémQuerChutar para que vários utilizadores no Twitter expressem o seu desagrado face ao vídeo. Por entre comentários, a conclusão generalizada é a de que Ronaldo é um pai sexista. Mas será bem assim? Um vídeo, também ele recente, mostra que não.

Num vídeo publicado a 15 de março por Georgina Rodríguez, namorada do jogador, vê-se o jogador a brincar à bola com a filha, Alana na sua casa em Itália. Ronaldo bate várias vezes com a bola no chão até que a criança, entusiasmada, pede a bola ao pai.

https://www.youtube.com/watch?v=VBwwy3rMIts&t=3s

A bola que Ronaldo deu à filha, que depois fugiu encantada com ela nos braços, foi a mesma que foi utilizada no jogo entre a Juventus e o Atlético de Madrid.

O jogo ficou marcado pelo hat-trick de Ronaldo que garantiu o apuramento da sua equipa para os oitavos de final da Liga dos Campeões.