As controvérsias sobre o Facebook parecem não abrandar e, desta vez, é a segurança e privacidade dos utilizadores que é posta em causa.

De acordo com uma notícia do site “Yahoo! Finance”, Brian Krebs, autor do site “Krebs on Security”, revelou que o Facebook guardou milhares de password nos seus servidores em texto limpo, ou seja, sem qualquer proteção às combinações, algarismos ou palavras escolhidas pelos utilizadores para a sua chave de segurança.

Mas o cenário ainda pode piorar: também de acordo com Brian Krebs, estas passwords, alojadas nos servidores da empresa, estavam disponíveis para que qualquer engenheiro do Facebook pudesse ter acesso, ficando assim com todos os dados e informações dos perfis correspondentes às passwords.

Entrevistámos um polícia do Facebook em Portugal que impediu coisas horríveis na rede social

Por outro lado, a empresa de Mark Zuckerberg afirma que não há qualquer prova de que os seus funcionários tenham abusado do seu acesso aos dados. No seguimento destes acontecimentos, Mark Zuckerberg escreveu uma longa publicação na rede social a afirmar que o Facebook tinha duplicado a segurança, e que os dados dos utilizadores permaneciam seguros.

No entanto, talvez não seja má ideia mudar a sua password: aproveite e faça o mesmo com as do Instagram e do WhatsApp, já que todas pertencem à mesma empresa.