Mulher paga cirurgia plástica a gato por achar o animal “demasiado feio”

O procedimento cirúrgico foi realizado porque a mulher não estava satisfeita com a forma dos olhos do animal.

Após a divulgação das imagens por uma estação televisiva chinesa, os comentários negativos começaram a surgir nas redes sociais

TV Jiangsu

Uma mulher residente na província de Jiangsu, no oeste da China, gastou cerca de 1.300 euros no veterinário para a realização de uma operação aos olhos do seu gato de estimação. Ao contrário do que seria de esperar, o procedimento não resultou de qualquer anomalia do animal mas apenas de questões estéticas.

Segundo avançou a TV Jiangsu esta quarta-feira, 27 de fevereiro, a mulher levou o animal ao veterinário para realizar uma operação na pálpebra. Os médicos responsáveis realizaram um corte em cada uma das pálpebras do gato, de forma a tornar os olhos mais vincados. O procedimento foi realizado apenas porque a mulher, cujo nome não foi revelado, considerava a forma dos olhos do seu animal “feia”.

Rapidamente começaram a circular imagens do animal após ser intervencionado, mostrando ainda os pontos resultantes da cirurgia e algum inchaço e vermelhidão na região ocular.

Em 2015, a cirurgia plástica à pálpebra humana tornou-se a mais popular na região da Coreia do Sul e do Japão, ficando em terceiro lugar no top mundial, logo depois do aumento mamário e da lipoaspiração. A moda passou depois para os animais, como esclarece um funcionário do hospital veterinário Rupeng, citado pelo “Daily Mail“, acrescentando que o procedimento se tornou comum entre donos de cães que participam em espetáculos, como concursos de beleza.

O mesmo funcionário alertou ainda para o facto de a aplicação de anestesia no animal poder criar desconforto e resultar num conjunto de consequências de saúde. Quando confrontado com a situação pela TV Jiangsu, um veterinário de outra instituição hospitalar opôs-se à prática de cirurgias estéticas em animais: “Nós nunca concordaríamos em fazer uma cirurgia a um cão ou a um gato a não ser que estivessem doentes ou necessitassem de intervenção por situações de saúde.”

As imagens chegaram rapidamente à internet, depois de serem divulgadas pela estação televisiva, e levantaram uma onda de criticas à dona do animal.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]