Homem salva vida com reanimação cardiorrespiratória que aprendeu em “The Office”

Um norte-americano salvou uma mulher ao som de "Stayin' Alive", dos Bee Gees, tal como viu num episódio da série.

A série "The Office (US)" teve nove temporadas e foi exibida entre 2005 e 2013

YouTube/ Sofia

Normalmente quando nos sentamos no sofá a ver uma série de comédia na televisão, o nosso objetivo é relaxar um pouco, especialmente se tivemos um dia complicado. Mas este momento lúdico revelou-se útil para Cross Scott, um mecânico de 21 anos que, sem qualquer formação na área da saúde, salvou uma mulher inanimada ao fazer reanimação cardiorrespiratória, tal como tinha visto num episódio da versão norte-americana da série “The Office“.

Tudo isto aconteceu no passado dia 11 de janeiro. Scott, enquanto trabalhava, reparou numa mulher desmaiada dentro de um carro, segundo contou o mecânico ao “Arizona Daily Star”, como cita a “CBS News“. Após não ter obtido qualquer reação, pegou numa pedra e partiu o vidro do carro. De seguida, mediu-lhe os sinais vitais e, como não sentiu qualquer batimento cardíaco, começou a fazer a técnica de reanimação  – que consistia em cantar aos altos berros a música “Stayin’ Alive” dos Bee Gees, tal como tinha visto na televisão, enquanto aplicava as compressões no peito da vítima. A mulher recuperou os sentidos pouco depois.

Scott acabou também por ser ajudado por duas mulheres que passavam pelo local e que chamaram uma ambulância. A mulher foi levada para o hospital local e teve alta no dia seguinte.

O momento na série que ajudou Scott a salvar uma vida passa-se durante um seminário (falhado) de Suporte Básico de Vida para os trabalhadores da empresa Dunder Mifflin. Nesta cena, podemos ver Michael Scott (interpretado por Steve Carell) a aprender como “ressuscitar” alguém em caso de paragem cardiorrespiratória, enquanto canta “Stayin Alive”, dos Bee Gees. Este momento pode ser visto no duplo episódio “Lecture Circuit” da quinta temporada, originalmente transmitido em 2009.

Mas “Stayin’ Alive” dos Bee Gees não é a única canção que tem o ritmo certo para ajudar a administrar o Suporte Básico de Vida. O Presbyterian Hospital de Nova Iorque criou uma playlist com várias sugestões musicais, como “Rumor Has It”, de Adele; “Dancing Queen”, dos ABBA; ou “Crazy in Love”, de Beyoncé e Jay-Z.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]