Panquecas com bacon e maple syrup ou bolos vegan? No Cotidiano há de tudo

Abriu no Chiado com opções para todos os gostos. Há pratos vegan e sem glúten, mas também panquecas recheadas de chocolate e caramelo.

Os ovos aqui podem ir de servidos de mil e uma maneiras. Os Benedict levam um topping feito com beterraba, o que explica o tom cor-de-rosa

Lourenço Pestana, Pedro Sotero e Pedro Ferreira são três madeirenses amigos de infância, mas é quando se sentam à mesa que a amizade é posta à prova. Enquanto Lourenço, de 27 anos, é vegetariano e preocupado em manter uma alimentação saudável, os dois Pedros, ambos com 33, preferem pratos que lhes encham as medidas, sem se privarem da carne ou do açúcar.

Cotidiano

Morada: Rua do Crucifixo, 2, Lisboa

Horário: 10h-18h (fecha à segunda-feira)

O desafio de Meguy Pereira, quando foi convidada a liderar a cozinha do Cotidiano, a nova cafetaria do Chiado, em Lisboa, foi exatamente conseguir responder aos sabores preferidos deste trio de proprietários. E é por isso que quem cá vier comer encontra opções sem glúten, sem açúcares refinados e sem proteína animal, ao lado de pratos como panquecas com bacon, ovos e maple syrup.

A chef, com formação na Cordon Bleu de Paris e passagem pelas várias cozinhas do grupo Avillez, juntou o que aprendeu com os melhores à sua vontade de criar receitas próprias — e mais saudáveis — para elaborar de raiz o menu de uma cafetaria especializada em pequenos-almoços e brunches.

Da lista de smoothie bowls, há opções com açaí (7,50€), pitaya (9€), matcha (7,50€) e granola (6€). Para os amantes de panquecas há opções com todo o açúcar a que têm direito, como no caso da Sugar Daddy, que leva manteiga e xarope de ácer (6€), a Monter Chocolate, com molho de chocolate e caramelo, banana caramelizada e pepitas de cacau (7€) e ainda a Badass, com bacon, ovo estrelado e maple syrup (7€).

Respirem fundo os saudáveis que também há opções sem farinhas processadas e proteína de origem animal. A Sugar Mommy leva maple syrup e banana caramelizada em açúcar de coco e a Rebel, com manteiga de amendoim caseira, banana caramelizada, granola e flocos de coco (8€).

Está já disponível um menu de brunch (15€) composto por iogurte com granola, ovos mexidos, estrelados ou escalfados, bacon ou abacate, húmus de beterraba, pão da Gleba, café ou latte, mas estão a ser preparados novos menus, a pensar em que prefere começar o dia com sabores mais doces.

Como estão abertos das 10 às 18 horas, sentiram necessidade de oferecer também opções de almoço. De segunda a sexta-feira, há sopa (4€) com ovo escalfado, mix de sementes e lascas de parmesão, um hambúrguer de cogumelo Portobello (8€) e duas saladas, uma de frango e outra de cogumelos (9€).

Todos os pratos são feitos com o cuidado de encher barriga, mas os olhos são mesmo os primeiros a comer assim que a comida chega à mesa. Meguy Pereira usa flores comestíveis, polvilha as sementes e espalha os toppings como se de um desenho se tratasse. E se a ideia é juntar sabor e uma boa foto para o Instagram, vá por nós e peça os Pink Benedict. É que se dois ovos escalfados no ponto já merecem uma foto, imagine-os pincelados com um molho holandês cor-de-rosa, que se consegue com a mistura de beterraba.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]