Como esquecer a voz de Giuliana a pronunciar o nome do seu grande amor, Matteo? “Terra Nostra” foi uma das novelas mais vistas pelo público português em 2000, altura em que chegou à SIC e se transformou numa campeã de audiências. Foram poucos os que não ficaram agarrados à televisão, rendidos aos penetrantes olhos azuis de Ana Paula Arósio e à beleza de Thiago Lacerda.

Eles estão de volta. A Globo apresentou as novidades para janeiro e, além de “Terra Nostra”, regressam ao canal os êxitos “Felicidade” e “O Cravo e a Rosa“.

A primeira a estrear é “Terra Nostra”, a 14 de janeiro, às 22h20. No dia 21, é a vez de “Felicidade” se juntar à programação do canal, no horário das 17h50. Já o primeiro episódio de ‘O Cravo e a Rosa’ será exibido a 28 de janeiro, às 18h15.

A imigração italiana no final do século XIX e nas primeiras décadas do século XX, bem como a sua importância na formação da sociedade brasileira, é o fio condutor de “Terra Nostra”. Simplificando, centra-se no romance de dois jovens italianos que estão sempre metidos em problemas mas provam que o amor vence tudo. A novela que é assinada por Benedito Ruy Barbosa e realizada por Jayme Monjardim.

“You”. A nova série viciante da Netflix é para fãs de “Dexter”… com menos de 30 anos

“Felicidade” é uma novela escrita por Manoel Carlos, que acompanha a história de Helena (Maitê Proença). Durante um jogo do Brasil para o Mundial de Futebol, o carioca Álvaro (Tony Ramos) conhece Helena e é amor à primeira vista. No entanto, ela acaba por casar-se com Mário (Herson Capri), um engenheiro agrónomo que chega a Vila Feliz para instalar uma escola agrícola. O casamento fracassa e eles separam-se. Algum tempo depois, Helena e Álvaro reencontram-se, mas, desta vez, é ele quem está casado. Do reencontro entre Helena e Álvaro vai surgir algo que os ligará para sempre: uma filha.

A história de “O Cravo e a Rosa”, inspirada no clássico “A Fera Amansada”, de William Shakespeare, é marcada pelo romance e pela comédia e tem autoria de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira. A novela decorre na São Paulo dos anos 20 e o enredo acompanha o atribulado romance entre o rude caipira Petruchio (Eduardo Moscovis) e a indomável Catarina (Adriana Esteves).