Madeira. 7 coisas que deve ver e fazer no Natal

Esta ilha não rima só com passagem de ano. No Natal há missas às seis da manhã, luzes, presépios e mercados para ver.

Os mercados de Natal são uma forte aposta nesta época do ano

Se a primeira coisa que lhe vem à cabeça, quando se fala na pérola do Atlântico, é a passagem de ano com muito fogo de artifício à mistura, fique a saber que a Madeira também é um destino incrível no Natal com atividades dedicadas à época e com muita coisa para explorar.

Deslumbre-se com as luzes de Natal

É uma das tradições mais conhecidas na ilha e uma das quais vale a pena ver. A cidade do Funchal fica cheia de luzes nas ruas, nos edifícios, nos jardins e até nas montanhas da ilha. Estas últimas são particularmente bonitas pois dão a ideia de um presépio iluminado. As principais avenidas do Funchal enchem-se de luz com árvores de Natal, com bolas gigantes e até paredes de brilhos por edifícios fora. Pode aventurar-se a pé pelas várias avenidas e ruas, mas recomendamos que opte por um autocarro turístico para maior conforto e para que não perca pitada.

As luzes de Natal são uma das principais atrações

Beba uma poncha e compre um sapatinho no mercado de Natal

Durante o mês de dezembro, na Avenida Arriaga, no Funchal, acontece o tão tradicional mercadito de Natal. Lá encontra diversas comidas e bebidas tradicionais da Madeira. Aproveite para comer um bolo do caco quentinho ou beber uma poncha. Pode também comprar os sapatinhos, as famosas e típicas flores da Madeira que parecem um sapato pequenino. Existe ainda um Pai Natal gigante que convida às fotografias e um espaço com música e cadeiras para que possa apreciar pequenos concertos durante os vários dias de mercado.

No mercado de Natal há poncha e bolo do caco

Descubra os presépios na ilha

Não há Natal sem presépios e a Madeira é perita nesta matéria. Toda a ilha parece um presépio vivo com luzes nas encostas das montanhas o que lhe confere um ar muito natalício e familiar. Um dos mais completos encontra-se na Avenida Arriaga, no Funchal, mesmo junto ao mercado de Natal.

Depois, existem presépios nas principais avenidas e ruas da ilha. Presépios mais ou menos grandes com diversas figuras. Por esta altura, os madeirenses entram também na tradição – constroem um presépio ou uma lapinha madeirense, com um menino Jesus no topo de umas escadas decoradas com frutas. Esta é uma tradição bem antiga e uma homenagem ao nascimento do menino Jesus.

Troque o bolo-rei por um tradicional bolo de mel

O tradicional é o bolo-rei, mas na Madeira não pode deixar de experimentar o bolo de mel. Este é um bolo típico que encontra à venda em várias lojas da especialidade. Recomendamos a Fábrica de Santo António, no Funchal, que no site TripAdvisor conta com uma pontuação de 4,5.

Acompanhe as crianças à Aldeia de Natal

As crianças não são esquecidas nesta quadra e, por isso, têm à sua disposição uma aldeia só para elas. Se o mercado é mais adequado para os crescidos, na Aldeia de Natal as crianças podem encontrar comboios de Natal, renas e até um trenó do Pai Natal. Aqui podem dar asas à sua imaginação e brincar nas casas de encantar ou descobrir os diversos bonecos espalhados pelo jardim, sempre com muitas luzes à mistura.

A aldeia de Natal é perfeita para os mais novos

Vá à missa do Parto às 6h da manhã

A conhecida missa do galo é tradição em todo o País, incluindo a Madeira, mas existe outra muito peculiar que só acontece nesta ilha – a missa do Parto. De 16 a 24 de dezembro celebram-se 9 missas do Parto, que representam os 9 meses de gestação da Virgem Maria. Têm a particularidade de aconteceram de madrugada, às seis da manhã. Acontece muitas vezes os madeirenses irem à missa e depois seguirem para o trabalho. Estas são acompanhadas de cânticos e louvores à Virgem Maria e celebram-se um pouco por toda a ilha. No final do ritual, existem comes e bebes nos adros da igreja com diversas canções de Natal.

Não perca a noite no mercado

Esta é “a” noite para quem gosta de sair no Funchal. Acontece dia 23 de dezembro, no Mercado dos Lavradores e está cheia de animação e cânticos. Ao final da tarde, as ruas fecham-se ao trânsito e os madeirenses saem de casa para ultimar os últimos preparativos para a ceia de natal. Compram-se pinheiros de Natal, flores e frutos, que estarão nas casas no dia seguinte. Existem barraquinhas com comes e bebes, há muita música: a partir das 20h o ponto de encontro é na praça do peixe (no mercado) onde se reúnem diversas pessoas para os cânticos de Natal, que se prolonga pela noite dentro.

Dia 23, os madeirenses reúnem-se em volta do Mercado dos Lavradores

A MAGG viajou a convite da Solférias.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]