No último programa de “Casados à Primeira Vista”, assistimos a uma cerimónia de compromisso tensa e com trocas de acusações para dar e vender. A complicada relação de João e Sónia chegou finalmente ao fim, mas os restantes quatro casais também não se encontravam no paraíso.

Recapitulando, Graça e José Luís escolheram ambos continuar casados, embora tivessem passado pela sua pior discussão até à data (que fez Graça estar uns dias na companhia dos filhos no Porto e, no regresso a Lisboa, ficou a viver em outra casa, separada do marido); Hugo e Ana trocaram acusações sentados em frente aos especialistas, com o motorista a continuar a acusar a mulher de não o deixar aproximar-se; Eliana e Dave permaneceram juntos por pouco, dado que o surfista escolheu terminar com o casamento; e apenas Daniel e Daniela continuaram impávidos e serenos, que é como quem diz, na sua bolha de amor (embora a intensidade do empresário das Caldas da Rainha nos continue a assustar).

Nos diários de “Casados à Primeira Vista”, de segunda a sexta-feira, acompanhámos a semana cheia dos pares que continuam nesta inovadora experiência social. A viverem a semana dos maridos, que ditava que os casais fossem viver para casa destes, apenas Daniel e Daniela cumpriram o desafio à risca — na casa de Daniel, na Foz do Arelho, o alegre casal deu muitos passeios, e o empresário divertiu-se a contar as lendas da sua localidade à nova mulher. O casal ainda deu um jantar para alguns amigos e familiares de Daniel, com todos a renderem-se à ligação e química do par. No entanto, antes de regressarem a Lisboa, Daniel afirmou que tinha receio de se desmotivar com a relação e que estranhava não discutir com a mulher. Será que até o “casal perfeito” está em perigo?

As maiores polémicas de “Casados à Primeira Vista” (até agora)

Graça e José Luís também rumaram ao Porto, cidade natal de ambos, mas Graça não ficou a dormir em casa do marido —ou melhor dizendo, dos pais do marido, dado que José Luís ainda vive na sua casa de infância e dorme numa cama de solteiro. Ainda assim, Graça frequentou bastante a casa de dona Elisa e do marido (os pais de José Luís), trocou confidências com a sogra e ainda teve tempo para afirmar aos amigos de José Luís que acredita não ser o tipo de mulher do marido, algo que levou o padrinho do antiquário a perguntar em privado ao amigo se não sentia atração sexual por Graça, algo que este confirmou, mas também desvalorizou. Apesar de tudo, a semana foi positiva para este casal, que começou a recuperar dos danos da semana anterior.

Já Eliana e Dave viveram esta semana exatamente no mesmo apartamento onde estão desde o regresso da lua de mel. Começaram por discutir (muito), com Dave a afirmar que não entendia o porquê da mulher não querer acabar com o casamento, mas fizeram um esforço e viveram o resto dos dias em ligeira harmonia. Fizeram surf, andaram de skate, Eliana teve direito a um jantar especial feito por Dave, e o surfista até a levou a experimentar sushi. Apesar de Dave se ter recusado a levar Eliana a sua casa, devido ao ambiente tenso entre o casal no início da semana, existiram muitos passeios por Cascais, de onde o instrutor de surf é natural, como forma de integrar Eliana na sua rotina.

Mas a semana mais tensa pertence a Hugo e Ana. O casal não se mudou para casa de Hugo e até estão a viver em casas separadas. Ana chegou a ir passar o fim de semana fora, e fez um pequeno escândalo quando regressou e viu o apartamento completamente diferente — o marido, na intensidade dramática que já lhe conhecemos, explicou-lhe que era apenas uma surpresa, e ficou visivelmente magoado com a reação de Ana. Gerou-se nova discussão, com Ana a afirmar a plenos pulmões que nunca seria mulher a 100% para Hugo, e que não sentiu qualquer química por ele desde o dia do casamento.

No entanto, o momento mais desconfortável da semana deste casal teve lugar num almoço com a mãe de Hugo. Como forma de incluir Ana na sua rotina (e aproximar-se do desafio da semana dos maridos), o motorista convidou a mãe para almoçar e o resultado foi desastroso. Com uma personalidade muito semelhante à de Hugo, a sogra de Ana acusou-a de não ter qualquer interesse em conhecer o seu filho e, ao argumento da instrutora de fitness que apenas estava a levar o relacionamento devagar, respondeu que tal eram coisas de adolescentes.

Dramas à parte, o objetivo principal de “Casados à Primeira Vista” continua a ser encontrar o amor — e é exatamente isso que Isabel e Cláudio, o novo casal a juntar-se a esta experiência social, pretende. Saiba mais sobre este par, bem como tudo o que se passou com os restantes quatro casais no programa deste domingo.

Isabel e Cláudio

Isabel e Cláudio são o sétimo casal a ser apresentado

Miguel Manso

O mais recente casal do programa une Isabel, 42 anos, natural de Sobral de Monte Agraço, a Cláudio, 38 anos, vindo do Funchal. Atualmente desempregada, Isabel é mãe de uma menina de oito anos e chega a esta experiência em busca de alguém que a “complete”; já o técnico de informática da ilha da Madeira, que esteve casado anteriormente durante 10 anos, quer muito constituir família.

No casamento, as primeiras impressões parecem positivas: Cláudio afirma gostar do que viu quando Isabel chegou ao altar, e a noiva achou o agora marido uma pessoa atenciosa, apesar de ter confessado preferir homens morenos. Os primeiros momentos desta união parecem positivos, e até é possível descortinar uma pequena química entre o casal — mas há quem não pareça nada contente com este casamento.

Falamos da mãe de Cláudio, que para além de se recusar a responder às perguntas de Diana Chaves (até se gerou um momento tenso entre a apresentadora e a mãe do noivo, com esta a afirmar que sempre lhe ensinaram que enquanto se come, não se fala), se manter muito à parte, e se negar a participar em jogos, diz ter uma pergunta para Isabel: “Não sei é se ela vai gostar muito”, diz ao marido. Para saber qual a questão e mais detalhes sobre a festa e lua de mel de Isabel e Cláudio, vamos ter de esperar pelos diários semanais de “Casados à Primeira Vista”.

Daniel e Daniela

Daniel não sente paixão pela mulher

SIC

O pesadelo instalou-se na vida do casal de sonho: apesar da semana em casa de Daniel parecer ter corrido às mil maravilhas, Daniela revelou aos especialistas, durante a terceira cerimónia de compromisso, que nem tudo foi positivo nos dias passados na Foz do Arelho. A instrutora de yoga começou por contar que achou que o marido ficou surpreendido por esta se ter entendido tão bem com os seus amigos, e revelou aos especialistas que acredita que Daniel terá ficado magoado por ela não ter precisado mais dele.

Daniela continuou com as revelações, e contou que depois de um dia bem passado com o marido, resolveu fazer-lhe uma declaração de amor: “Disse-lhe que estava muito apaixonada por ele. Recebi como resposta ‘sabes quantas vezes já ouvi isso?'”. Apesar de ter admitido em frente aos especialistas ter sido infeliz na questão, Daniel confessou que se sentiu pressionado e que se sente estagnado na relação. “Eu não sinto paixão neste momento”, afirmou o empresário, que terá dito à mulher, na semana anterior a esta cerimónia de compromisso, que deseja “dar um passo atrás na relação”.

Apesar do momento tenso, ambos escolheram ficar no programa, mas o casal não terminou esta cerimónia da melhor forma: Daniel afirmou não ter qualquer desejo de falar com a mulher, e Daniela confidenciou a Graça e a Ana que sabia que o marido não ia falar mais com ela e que ia ficar de “castigo”. A instrutora de yoga ainda revelou às colegas que falou com os especialistas assim que voltou da lua de mel: “Disse-lhes logo que o Daniel não está preparado para estar numa relação”.

Era capaz de casar com um desconhecido? A história do novo reality show da SIC

Graça e José Luís

José Luís e Graça estão novamente próximos

SIC

Depois de um momento tenso vivido na relação, parece que a diva e o conde estão de volta, e em força. A semana na casa dos maridos foi um momento extremamente positivo para Graça, que se senta em frente aos especialistas a afirmar que aprendeu que “um galo e uma pata podem viver na mesma capoeira”.

O casal manteve-se sereno e animado, e os esforços de ambos em levar a relação a bom porto foram muito elogiados pelos especialistas — especialmente os de José Luís, que até foi aprender a passar a ferro. O antiquário afirmou que apesar das opiniões políticas e sociais dos dois, há muita “amizade e boa disposição” a uni-lo à empresária. Graça estava muito mais descontraída do que na última cerimónia de compromisso e chegou a dizer que começava a acreditar “no futuro da relação”. Depois de tantos elogios e sorrisos, sem surpresas, tanto Graça como José Luís decidiram permanecer no programa e seguir caminho para a semana no ambiente das mulheres.

Eliana e Dave

Eliana e Dave continuam juntos, mas o surfista assume que não há relação entre os dois

SIC

Na última cerimónia de compromisso, Dave escolheu terminar a relação, enquanto que Eliana quis ficar. O momento foi marcante e levou a muitas discussões, algo que foi motivo mais do que suficiente para o instrutor de surf resolver não levar Eliana para sua casa, nem promover contacto entre a mulher e a sua família e amigos, algo que acabou por acontecer com todos os outros casais.

Visivelmente magoada com o sucedido, Eliana começou exatamente por aí e revelou aos especialistas que a decisão do marido a fez sentir “não ter valor” para conviver com o grupo mais chegado de Dave. O surfista justificou a sua atitude por não se sentir confortável para tal, e que optou por levar a mulher a passar um dia em Cascais no seu ambiente.

Eliana salientou que não fez nada durante a última semana para a relação evoluir, algo que Dave confirmou num testemunho: “Ela só tira, não dá nada. Sou eu o único a pôr esforço nisto”, afirmou o surfista, que também disse que não existe qualquer relação entre ele e a mulher.

Apesar do cenário desanimador, ambos escolheram ficar no programa. Porém, antes de revelar a sua decisão, Eliana fez algum suspense, que não causou o efeito esperado em Dave. “Não estava preocupado em ver a palavra terminar, se assim fosse, terminava mesmo, era da maneira que estávamos os dois na mesma página”, declarou novamente num testemunho gravado para o programa.

Hugo e Ana

Ana e Hugo não vivem tempos fáceis

SIC

Aparentemente, já não é só Ana que está saturada e descontente com a personalidade e atitudes de Hugo — também os outros casais começam a mostrar sinais de saturação para com o motorista de semi-reboques natural de Lisboa. Dave acha-o “demais”, José Luís acredita que Hugo é um “elemento negativo”, Graça acha que ele está “perturbado” e até um dos especialistas afirma que ele é uma “bomba-relógio”.

Depois de mandar recados aos outros concorrentes, bem como algumas dicas a Ana, Hugo surge na cerimónia de compromisso incomodado. O motorista explica aos especialistas que Ana “continua igual a si própria” e que a mulher deseja apenas que este seja amigo dela. Afirma ter dado espaço a Ana e ter-se tentado adaptar a todas as necessidades da mulher, mas salienta que “ficou tudo igual” e que não obteve qualquer reconhecimento da parte desta.

Apesar de concordar que não foi a pessoa mais entusiasta ou agradecida aos esforços de Hugo, Ana não concorda que tenha obtido o espaço que tanto deseja e culpa os problemas do casal nas formas de pensar bastante diferentes de ambos —”É por isso que chocamos”.

Chegando a hora da decisão, Hugo confessa que fez tudo o que podia mas que, por ele, por Ana e pela relação, deseja ficar no programa, revelando exatamente essa mensagem no seu cartão. Chegando a vez da mulher, esta revela um papel com as palavras “Ficar Vs. Terminar”, e explica o porquê a Hugo: “Escrevi assim porque, dependendo da tua decisão, acompanhava-te no caminho”. A atitude não podia ter irritado mais o marido, que afirmou estar “mais do que arrependido” da sua decisão e ainda expressou que assim, ia ficar tudo igual.