Acorda, arranja-se a correr, agarra numa banana e corre para o trabalho. Depois de reuniões, responder a dezenas de emails e pedidos, sai do escritório e corre para o ginásio ou supermercado. Antes disto, ainda passou na escola para ir buscar os miúdos e deixá-los na ginástica. Sprint até a casa. Chega, fecha-se na cozinha porque o jantar já vai tarde. Pouco antes da hora de dormir, ainda está a lavar a loiça. E é bem possível que, antes de apagar a luz, ainda espreite o email do trabalho e adormeça a pensar em tudo o que terá de tratar e enfrentar no dia seguinte. Cansado? Nós também.

Caso reveja o seu estilo de vida no parágrafo anterior, então talvez seja sinal de que precisa urgentemente de parar e respirar. Precisa de trabalhar o seu bem-estar e, tal como trabalha o corpo no ginásio, precisa de trabalhar a sua mente e a sua atenção plena. O seu patrão e família vão agradecer, porque é bem provável que a sua concentração aumente, que se torne mais produtivo, mais criativo e mais bem-disposto.

Se quiser abraçar o seu lado shanti, dedique-se ao mindfulness, uma prática reconhecida por proporcionar auto-conhecimento, facilitando as escolhas de vida, pela clareza que proporciona. Há grandes empresas que têm apostado nela, porque reconhecem que é melhor para os trabalhadores e, consequentemente, para a produtividade da empresa.

A MAGG falou com Rute Caldeira, autora dos livros “Liberta-te de Pensamentos Tóxicos” e “Simplifica a Tua Vida” e professora de meditação, que em 2018 volta a guiar a mega sessão de meditação do The Wanderlust — o maior triatlo de mindfulness que, este ano, já tem data marcada para 30 setembro, nos jardins da Fundação EDP, em Belém — e pedimos-lhe para sugerir os melhores sítios para fazer sessões desta prática ou tirar cursos em Lisboa e no Porto.

Wanderlust 108. Tudo o que vai poder fazer no maior evento e mindfullness do mundo

“Se a pessoa já tiver noções de meditação e sentir que não tem disponibilidade para ir para uma escola, então uma caminhada de atenção plena num jardim também é bom”, diz.

Upaya

No Centro Upaya, que faz parte da Associação Upaya, ligada à partilha dos principios para uma vida mais consciente, há cursos de introdução ao mindfulness de quatro semanas e oito semanas, estruturados de forma a que consiga praticar a meditação de forma autónoma, com temas centrados na respiração, sensações, pensamentos e o corpo. Há ainda outro curso de dois meses (que não é para iniciantes), com um programa que se baseia em dois conhecidos mundialmente: o Mindfulness Based Stress Reduction e o Mindfulness Based Cognitive Therapy, recomendados pelo National Institute of Health and Clinical Excellence, no Reino Únido. Há ainda um curso específico para a prevenção da depressão e sessões de prática diária.

Morada: Calçada dos Sete Moinhos 143A, 1070-267 Lisboa
Contacto: 913 590 753/ [email protected]

Brahmi

Se vive ou trabalha na zona de Carcavelos, então este talvez seja o local ideal para praticar meditação. As sessões decorrem à sexta-feira, às 9 horas, ou, para pessoas séniores, às 11h30 de quarta-feira. No Brahmi, um espaço holístico de inspiração oriental, tem também disponíveis aulas de Yoga, de pilates, dança do Médio Oriente e Tai Chi — tudo atividades boas para a mente.

Morada: Av. dos Plátanos, nº 51, Loja C, Jardins da Parede
Contacto: 214 675 478/ 927 986 616/ [email protected]

Cooperativa Cultural Maharishi

É um dos centros de referência para aprender a fazer meditação transcendental, reconhecida por aliviar o stress e ansiedade e por proporcionar clareza mental. Na Cooperativa Cultural Maharishi os professores são certificados e são eles que, em quatro sessões em dias consecutivos, ensinam esta técnica, que acalma a mente e a leva para um sítio mais silencioso e pacífico. É utilizada por várias celebridades como Cameron Diaz ou Katie Perry.

Morada: R. Prof. Veiga Ferreira, 15 B, Lisboa
Contacto: 914 956557/ [email protected]

Centro de Meditação Kadampa Deuachen

Também é um centro de referência, sediado em Sintra, mas com várias filiais espalhadas pelo país. Em Lisboa, há sessões de meditação de 30 minutos (estas são gratuitas), de 60 minutos ou de 90 minutos. Na sede, há aulas à terça, quarta, sexta e domingo e, no Porto, à terça, quarta e sexta-feira. Além destas localizações, o Centro de Meditação Kadampa Deuachen também se encontra em Cascais, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Braga e Covilhã.

Morada (sede): Rua Moinho do Gato, 5, 2710-661 Várzea de Sintra
Contacto: 219 231 064/ 960 007 110/ [email protected]

Mindfulness. Há benefícios mas também efeitos secundários que ainda não foram estudados

União Budista

As atividades regulares da União Budista recomeçam em setembro. Por esta altura, volta a haver práticas de meditação à quarta-feira, das 18h5 às 19h10. Quem tem especial interesse pela cultura budista, poderá participar nas sessões de meditação e estudo do budismo, à quarta-feira também, em dois horários: das 13 às 14 horas e das 19h15 às 20h45.

Morada: Av. 5 de outubro, 122, 8º esq, 1050-061 Lisboa
Contacto: 935080158/ [email protected]

Yoga Live Academy

Conhecida pelas aulas de hot yoga, que decorrem em estúdios aquecidos a temperaturas entre os 38 e 40 graus, na Yoga Live Academy, na zona de Arroios, em Lisboa, também decorrem sessões de meditação semanal, à quinta-feira, entre as 20h45 e as 21h30.

Morada: Rua António Pedro Nº 1 – B, Lisboa
Contacto: 931906169 / 969 008 111/ [email protected]

Centro Budista do Porto

Todas as segundas, terças e quintas-feiras, no Centro Budista do Porto, há sessões de meditação, com diferentes vertentes: mindfulness, plena consciência e zen. Neste local também poderá praticar yoga ou chi kung, uma ginástica terapêutica chinesa, que ajuda na circulação da energia.

Morada: Rua S. João Bosco, 349, Porto
Contacto: 918260562 / [email protected]

Casa Ganapati

De acordo com Rute Caldeira, os professores desta casa são “muito bons”. Tem aulas de yoga que terminam sempre com a vertente da meditação. Se quiser, também poderá optar por aulas particulares tanto de uma prática, como de outra.

Morada:  Rua Marechal Saldanha, 721, 4150-374 Porto
Contacto: 919 022 478 / 917 586 007/  [email protected]