Robert De Niro, que recentemente integrou o elenco de “O Irlandês“, de Martin Scorsese, revelou numa entrevista ao “The New York Times” que nunca interpretaria a personagem do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump — a quem chamou “nojento e pequeno cabrão.”

Embora já tenha interpretado personagens muito violentas, o ator considera que o presidente dos Estados Unidos “é uma pessoa que, para mim, não tem moral, ética, senso de certo e errado, é um jogador sujo”, disse.

“O Irlandês”. Tudo o que precisa de saber sobre o filme dramático mais caro dos últimos anos

Eu não gostaria de interpretá-lo. Ele é uma pessoa tão horrível. Não há nada que se salve nele, e eu nunca digo isso sobre nenhum personagem.

Robert De Niro já interpretou algumas figuras perturbadas do cinema: ele foi Travis Bickle em “Taxi Driver” ou Max Cady em “Cabo do Medo“.

Não é a primeira vez que o ator de 76 anos fala publicamente sobre o presidente: em outubro o ator disse que Trump “nem sequer é um bom gangster.”