No dia 24 de dezembro, a despensa dos portugueses já está habitualmente recheada com o bacalhau para a consoada e ainda com os ovos, o leite e o açúcar (e outros ingredientes que variam de norte a sul do País) para juntar ao pão das rabanadas.

Só que a tradição já não é o que era desde que cada vez mais pessoas se tornaram vegetarianas ou vegan. Uma azevia comum ainda pode ser consumida pelos vegetarianos, já os vegan excluem esta dose de açúcar por deterem produtos de origem animal.

Mas não tem de ser sempre assim. Pode parecer um desafio, mas a verdade é que é possível substituir os ovos por um ovo de linhaça, ou o bacalhau por tofu para fazer um tofu com broa.

Quer começar a fazer já a lista de compras de supermercado para preparar as receitas de Natal? Então tome nota destas receitas. Mostramos-lhe duas sugestões para cada momento da refeição e começamos precisamente pela entrada, com um prato aconchegante.

15 presentes para o amigo zero waste — de acordo com três especialistas

1. Creme de cogumelos

frau_gloria/Instagram

Ingredientes:
Uma cebola
Alho picado
250 g cogumelos frescos
Um fio de azeite
Sal, pimenta e noz moscada

Modo de preparação:
Depois de saltear, adicionar 400 ml de água e deixar ferver durante 10 minutos.
No fim, passar com a varinha mágica.

Esta receita é de Rita MW, autora do projeto Frau Gloria — de receitas saudáveis, reviews de espaços e restaurantes.

2. Queijo Vegan

Ingredientes:
60 g de cajus
1 colher de chá de manjericão
1 colher de chá de orégãos
1/2 colher de chá de sal
1 + 1/2 colher de chá de amido de milho
1/2 dente de alho
3 colheres de sopa de levedura nutricional
1 colher de sopa de sumo de limão ou vinagre de sidra
1 colher de chá de maple syrup
1 copo de água (metade de cada vez durante o processo)
1 + 1/2 colher de chá de ágar-ágar em pó
Óleo para untar a forma

Modo de preparação:
Mergulhe os cajus durante uma hora em água quente.
Escorra os cajus e coloque-os no liquidificador juntamente com o manjericão, os orégãos, o alho, o sal, o amido de milho, a levedura nutricional, o sumo de limão,o maple syrup e a 1/2 chávena de água.
Misture durante 1 minuto e reserve.
Numa panela misture 1/2 chávena de água e o ágar-ágar em pó.
Adicione o creme de caju e deixe ferver mexendo sempre.
Despeje em forma levemente pinceladas com óleo e leve ao frigorífico durante, pelo menos, duas horas.
Depois desse tempo tire do frio, e verta a forma para um prato para desenformar o queijo.

Esta receita é do blogue “The Buddhist Chef“.

3. Tofu com broa

inesrpais/Instagram

Ingredientes (4 pessoas):
500 g tofu natural
2 limões (sumo e raspas)
3 colheres de sopa de tamari ou molho de soja
2 talos de alho-francês cortado em tiras
1 colher de chá melaço ou xarope de agave
200 g espinafres, acelgas ou couve
1/2 broa de milho (200-250 g)
2 dentes de alho ou alho moído
1 mão de coentros ou salsa
Azeite, sal e pimenta preta q.b.
Batata doce cozida ou assada para acompanhar

Modo de preparação:
Numa taça larga, juntar o tofu cortado em tiras finas, o sumo de  dois limões (antes de os usar, fazer raspas de limão e reservar para mais tarde), 1 dente de alho laminado e o tamari.
Adicionar água até que o tofu fique submerso e deixar marinar por, pelo menos, 30 minutos.
Numa frigideira larga, saltear o alho-francês em azeite por 5 minutos.
Adicionar o melaço, o sal e a pimenta, envolver, e deixar caramelizar por 2 minutos.
Dispor o alho-francês no fundo de uma travessa de ir ao forno.
Na mesma frigideira colocar os espinafres, sem acrescentar mais azeite, e deixá-los reduzir em lume médio (2 minutos).
Dispor os espinafres por cima da camada de alho-francês e, no topo destes, dispor as tiras de tofu já marinado.
Por último, colocar a broa, grosseiramente partida, num processador, juntamente com o outro dente de alho, os coentros, as raspas de limão, o sal e a pimenta e triturar (também podem ser picados e envolvidos à mão).
Dispor a última camada de broa por cima do tofu e levar ao forno pré-aquecido a 180° C por 35 minutos ou até tostar.

Esta receita é do Instagram de Inês Pais, uma das autoras do projeto Yum Lab, em conjunto com Marta Candeias.

4. “Borrego” assado vegan

mouthwateringvegan

Ingredientes para o “borrego”:
2 chávenas de glúten de trigo
1 colher de chá de alho
1 colher de chá de cebola em pó
1 colher de chá de hortelã seca
1/4 chávena de levedura nutricional
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de beterraba em pó
1/2 colher de chá de pimenta branca moída
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de molho de soja
1 colher de chá de tahine
1 chávena de água
1 colher de chá cheia de pasta miso

Modo de preparação:
Coloque os ingredientes secos numa tigela grande e misture.
De seguida adicione os ingredientes húmidos e coloque tudo no processador de alimentos.
Misture durante 1 minuto até incorporar e, de seguida, coloque sobre uma superfície limpa, amasse por alguns minutos (adicione um pouco mais de farinha, se necessário) e molde o rolo de “borrego”.
Depois pode começar a preparar o molho.

Ingredientes para o molho:
6 chávenas de água
2 colheres de sopa de molho de soja
1 colher de sopa de caldo de legumes
Folhas de salva
Raminhos de alecrim
1 chávena de vinho (pode ser tinto)

Modo de preparação:
Coloque todos os ingredientes numa panela grande e deixe ferver.
Quando estiver a ferver, coloque delicadamente o “borrego” vegan, cubra com uma tampa e coloque o lume baixo.
Ferva durante 40 minutos e vire o rolo vegan uma ou duas vezes durante o processo.
De seguida, remova o molho do “borrego” e deixe-o arrefecer durante 20 minutos.
Enquanto isso, prepare uma mistura para juntar por cima do rolo.

Ingredientes para a mistura:
Sal a gosto
1/2 chávena de azeite
1 colher de chá de xarope de tâmaras
Pimenta
2 colheres de sopa de molho de soja
1 colher de chá de pasta miso
Menta fresca
1 colher de chá de orégãos secos
1/2 sumo de limão

Modo de preparação:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e misture até ficar uma pasta homogénea. 

Montagem final do prato:
Aqueça o forno a 180 ° C.
Numa travessa grande coloque o rolo de “borrego” em cima do papel vegetal para separá-lo dos acompanhamentos (batatas, legumes, etc).
Coloque metades de alho nos cantos do papel à volta do “borrego”, garantindo que há espaço para cobrir parte do papel vegetal.
Coloque um pouco de alho picado, hortelã e pimenta em cima do rolo e ainda uma parte da mistura de preparada acima.
Adicione cebolas picadas na base da travessa e envolva-as com fatias de tomate nas borda da travessa. Por cima da cebola coloque fatias de batata.
Regue com azeite, sumo de limão e um pouco de sal.
Coloque a restante mistura em cima do rolo e ramos de alecrim à volta do prato.
Leve ao forno durante 1h30 ou até que as batatas fiquem douradas e o “borrego” fique seco, mas com uma cor caramelo escuro.
A cada 20 minutos adicione mais um pouco do molho para dar mais sabor ao rolo.

Esta receita é do blogue “Mouth Watering Vegan“.

5. Arroz Doce

notguiltypleasure

Ingredientes:
250 g de arroz carolino
750 ml de água quente
1 pitada de sal
Casca de 1 limão médio (cortada muito rente para não ter a parte branca)
1 pau de canela
1 L de leite de soja
250 g de açúcar (pode ser amarelo)
Raspa de 1 limão médio
Canela em pó a gosto

Modo de preparação:
Passe o arroz por água para evitar a formação excessiva de goma e coloque numa panela grande com a água, juntamente com o sal, o pau de canela e a casca de limão. Leve a lume médio e deixe a água evaporar.
Quando a água tiver desaparecido (cuidado para o arroz não pegar) coloque o leite de soja e mexa bem.
Baixe ligeiramente o lume e deixe ferver, mexendo com alguma regularidade para que não se forme uma película por cima do arroz (quase como se fosse uma nata).
Acrescente o açúcar e não pare de mexer para não agarrar, até que esteja cremoso (se estiver um pouco líquido não faz mal porque ao arrefecer ele vai acabar por secar).
Apague o lume e junte a raspa de limão.
Verta para uma travessa, deixe arrefecer e polvilhe com canela a gosto.

Esta receita é do blogue “Not Guilty Pleasure“.

6. Bolo-rainha

Ingredientes:
200 g de frutos secos
250 g de água
100 g de óleo de coco e 50 g de óleo de grainha de uva (pode ser substituído por outro) ou ambos podem ser substituídos por 150 g de margarina vegetal
20 g de leite vegetal
350 g de geleia de arroz
Sumo de 1/2 laranja
42 g de fermento fresco ou duas colheres chá bem cheias de fermento seco
250 g de farinha de trigo ou espelta integral
600 g de farinha de espelta ou trigo tipo 65
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal marinho

Modo de preparação:
Triture num processador ou pique grosseiramente os frutos secos.
Num tacho aqueça ligeiramente a bebida vegetal, a água, o óleo, a geleia de arroz, o sumo de laranja e o vinho do porto.
Junte o fermento e dissolva.
Numa taça grande coloque as farinhas e o bicarbonato de sódio.
Junte à farinhas a mistura líquida e mexa com uma colher de pau até ter uma boa consistência para amassar com as mãos.
Vá juntando a farinha aos poucos até a massa não pegar nas mãos.
Coloque um pouco de farinha numa bancada e amasse bem.
Deite um fio de azeite numa taça grande e coloque aí a massa a levedar durante cerca de 2 horas ou até a massa dobrar de volume.
Adicione os frutos secos e volte a amassar mais um pouco, deixando depois descansar cerca de 1 hora.
Retire a massa para uma superfície polvilhada com farinha e molde uma bola.
Faça um buraco no meio, fazendo o formato de uma rosca e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Decore a gosto com frutos secos e pincele com bebida vegetal.
Deixe a massa descansar 20 minutos e depois coloque no forno pré-aquecido a 180º C cerca de 25 minutos.
Pincele o bolo com geleia de arroz e volte a colocar no forno mais 5 minutos.

Esta receita é do canal de YouTube “evagoodlife“.