Anúncios na televisão, nas revistas, nos outdoors. Brinquedos que falam e andam, gadgets que prometem maravilhas e bimbys a garantir que praticamente não vai precisar de se pôr ao fogão nos próximos tempos.

Com todos estes estímulos em época de Natal, é normal que a maioria comece a desenhar listas mentais de pedidos ou já a comprar aquilo que pode fazer o outro feliz.

Quando se tem amigos e família pedinchões, a coisa até que é facilitada — pelo menos tem sempre por onde escolher. E no caso daquela pessoa que luta o ano todo contra o desperdício e que, por isso, foge às embalagens e não aceita nada que seja inútil?

O que é que a crise climática está a mudar na indústria da moda?

Nesse caso, há que puxar pela imaginação, até porque a missão dessa pessoa merece esse esforço.

Esqueça os catálogos dos hipermercados ou as lojas de fast fashion. Falámos com três adeptas do minimalismo e do movimento zero waste para saber o que é que pessoas eco como elas gostariam de receber no Natal.

Joana Guerra Tadeu, criadora do projeto “A Minimalista”, é adepta dos vouchers de viagens ou experiências. A ativista do zero waste Ana Mlhazes sugere o livro da Bea Johnson “Desperdício Zero”. Já Catarina Barreiros, autora do blogue sobre sustentabilidade “Do Zero“, prefere oferecer workshops de compostagem. Juntas, criaram para a MAGG uma lista de presentes capaz de deixar o Pai Natal orgulhoso. Se calhar desta vez até vinha sem renas, que estão bem é na neve e não em parques temáticos.

14 fotos