Michael, de cinco anos, vai guardar para sempre o 5 de dezembro como um dia especial. A criança já vivia com os pais de acolhimento há cerca de um ano, mas só nesse dia foi oficialmente adotado. Para assistir a esse momento, os amigos decidiram juntar-se, em sinal de apoio, e foram juntos ao tribunal no qual o processo foi oficializado.

O pai adotivo de Michael disse à “CNN” que a sua parte preferida da audiência aconteceu quando a juíza perguntou às crianças o que é que o menino significava para elas. Alguns responderam: “Eu adoro o Michael”, outros têm em Michael “o melhor amigo”. Acrescentou ainda que esta tinha sido a primeira vez que a juíza tinha uma audiência de crianças de jardim de infância.

A ideia surgiu da professora de Michael. Partilhou-a com a mãe da criança e juntas combinaram uma forma de tornar aquele dia ainda mais especial para Michael. A partir desse momento, a professora organizou todos os detalhes, desde a ida de autocarro às cartolinas com corações, e levou as crianças numa visita até ao tribunal da cidade.

Pai solteiro adota menina com Trissomia 21 rejeitada por 20 famílias

Os pais adotivos da criança estão casados há quase 10 anos e o menino vive com eles desde o dia de Ação de Graças do ano passado. “Não tínhamos tido filhos antes do Michael e começámos a ter alguma pressa para ver este processo concluído”, contou o pai. 

Segundo os pais, Michael é uma criança alegre que adora dançar, nadar, jogar basquetebol e futebol. Admitem estar surpreendidos com a quantidade de amigos que o filho tem e confessam que a melhor parte do último ano tem sido ver o filho a ser convidado para ir imensas vezes brincar para casa dos amigos.