Trabalhar a partir de casa não é nenhuma novidade. Há anos que vemos pessoas que saem dos escritórios das cidades para trabalharem no sossego das suas casas. Mas se antes usávamos apenas a sala de jantar para responder a alguns emails ao final do dia, agora há cada vez mais pessoas a decidir criar o seu próprio escritório dentro de casa.

Quer seja para fugir das rendas elevadas ou para fugir do stresse das cidades, ter um escritório em casa tornou-se quase obrigatório para os jovens adultos que estão agora a comprar ou a arrendar casas. Até porque cada vez mais o trabalho já não é necessariamente o espaço físico e conseguimos praticamente trabalhar onde quer que estejamos.

50 peças de decoração à venda em lojas inesperadas

“O que acontece é que há muita gente que trabalha em casa e que, neste momento, está a querer efetivamente ter um posto de trabalho. Em projeto novos já há o cuidado de as pessoas pedirem para que haja um espaço para funcionar como escritório”, explica a arquiteta e design de interiores Rita Salgueiro.

Mas, o que acontece na maioria dos casos é que as casas são pequenas e não estão preparadas para receber uma nova zona de escritório. Quando as casas estão ainda a ser construídas, conseguimos dizer onde e como queremos que seja o espaço do escritório, mas se a casa é arrendada ou comprada, há sempre uma dificuldade acrescida de aproveitamento de espaço. Se o espaço já está muito decorado ou com muitas peças, vão ter de sair algumas.

Decoração. 20 artigos da Primark para a casa até 20€

Para Rita Salgueiro, “as paredes, regra geral, são sempre nossas amigas. Podem servir para encostar uma secretária, criar um espaço de leitura com uma estante e colocar o escritório dentro desse espaço de leitura para ficar mais escondido. Uma outra opção seria colocar a secretária por detrás do sofá, porque faz com que a pessoa que está a trabalhar esteja também a interagir com a família que está sentada no sofá, por exemplo”.

Além destes aspetos decorativos, o facto de trabalhar sozinho ou receber pessoas para o trabalho, vai influenciar na decoração e no ambiente do escritório. Se recebe pessoas em casa, terá de ser num espaço onde não se sintam incomodadas, nem sintam que estão a invadir o espaço pessoal de ninguém.

A nova coleção da IKEA tem 15 peças e foi pensada por um designer da Louis Vuitton

Para quem não tem espaço ou quer reaproveitar o que tem em casa, Rita Salgueiro deixa algumas dicas: “Pode dividir a estante existente dos livros de literatura com os dossiers de trabalho. Para trabalhar apenas no final do dia, pode usar a mesa de jantar ou o sofá, colocando uma mesa de apoio no sofá. Caso queira trabalhar o dia todo, já terá de ter uma cadeira mais confortável. Se tiver uma janela de parapeito pode colocar uma secretária relativa, das que levantam, e que quando já não é necessária, consegue facilmente tapar com os cortinados.”

Para aqueles que querem reinventar o seu escritório ou construir um de raiz, as peças chave para ter no seu local de trabalho, segundo a designer de interiores, são: uma secretária, um cadeirão de leitura, um móvel de apoio, um candeeiro de secretária, uma cadeira de escritório e um tapete. Deixamos-lhe algumas sugestões.

21 fotos