Sabem quando a criança nasce e, num ápice, já se senta, depois já anda e dali a nada já diz frases completas? Pronto, assim está Lisboa. Cresce a um ritmo difícil de acompanhar e, se nos distrairmos e olharmos para um lado, no outro já abriram mais uns cinco restaurantes — e fecharam outros tantos também.

Demos a volta à capital no último mês e mostramos-lhe tudo o que de novo há para experimentar. Se é fã de comida italiana, saiba que tem agora uma pizzaria vegan, outra a servir todo o queijo e presunto a que tem direito, e ainda um outro italiano onde até pode ir tomar o pequeno-almoço.

Nikita é russo, Paulo é português. Juntos querem dar café de especialidade a Lisboa

Entretanto o Chef Kiko, quase tão irrequieto quanto Lisboa, abriu mais um restaurante, desta vez brasileiro, e o chef Vitor Sobral continua a expandir território através do pão do mestre Mário Rolando. Agora é o Restelo a saber o que é a magia da fermentação natural.

Mas há mais e nem tudo é comida. Lojas vintage, lojas de decoração, galerias e até lavandarias que são polos culturais. Ora veja.

20 fotos
agg