Já estivemos piores. Em 2015 e 2016, a Deco — Defesa do Consumidor detetou vários casos de subida de preços dias antes da Black Friday, de forma a simular promoções apelativas —mas enganosas — para o consumidor. Em 2017 e 2018 desceram os casos de fraudes, no entanto continuaram a verificar-se.

E em 2019? A Black Friday chegou esta sexta-feira, 29 de novembro, e ainda está a decorrer — para já ainda não é possível averiguar se as marcas estão mais ou menos verdadeiras em relação a anos anteriores, no entanto parece que estamos no bom caminho.

Black Friday. 35 peças da Zara para comprar com um desconto de 20%

Através da plataforma de comparação de preços da Deco, que permite ver as oscilações de preços nos últimos três meses, a MAGG filtrou centenas de produtos para encontrar as boas e más promoções. E foram muito mais os descontos positivos para o consumidor do que os negativos.

Mas isso não significa que não continuem a haver engodos. De falsas promoções a produtos que até já estiveram mais baratos em novembro, descobrimos 11 promoções falsas de que deve fugir.

10 fotos