O ator da novela “Golpe de Sorte” da SIC, José Carlos Pereira, deixou o mundo da televisão em 2014 para se dedicar à carreira de médico. A figura pública de 40 anos terminou o curso em 2017, mas o exame obrigatório de especialidade não terá corrido como esperado, avança agora a revista “TV Guia“.

Segundo a publicação, no exame final de especialidade, realizado em novembro de 2018, o ator acertou apenas em 30 das 100 perguntas da prova. Este resultado deixou José Carlos Pereira atrás de 44 colegas e na impossibilidade de escolher a especialidade.

Cláudio Ramos. “A notícia de que o Ângelo tinha falecido foi passada a muitas pessoas”

À TV Guia, uma fonte próxima do ator afirma: “Os médicos indiferenciados não têm acesso à carreira médica, ou seja, não progridem e basicamente vão sendo contratados quando é preciso – sem contrato nem horário fixo”. Limitado a “tapar buracos”, o ator fica restringido a três opções: “Ou emigra, ou repete o exame ou fica a trabalhar como médico nesses termos”, conclui a mesma fonte.