Numa fase inicial, os assistentes digitais de voz funcionavam através de colunas que ativavam funções como ligar o aspirador, enviar uma mensagem ou programar a hora de abertura dos estores. O sistema evoluiu e chegou aos smartphones com a Siri ou o Google Assistant, mas sempre numa versão em inglês ou em português do Brasil.

Esta terça-feira, 14 de novembro, tudo mudou: a assistente virtual da Google ficou disponível na versão portuguesa de Portugal e a curiosidade era muito. Ela seria mesmo capaz de entender-nos? Não haveria mal-entendidos? E será que teria sentido de humor?

Google admite ouvir áudios dos clientes da tecnologia Google Assistant

Foi exatamente isso que fomos testar. Com a versão atualizada do software, entrámos na aplicação da Google e selecionámos, na barra inferior, a opção “Atualização”. E lá estava ela, pronta para nos ajudar com todas as nossas dúvidas — por mais íntimas que fossem. 

Com rapidez e sentido de humor, o sistema de voz respondeu a questões como “Quantos anos tens?”, “queres ser a minha melhor amiga?” ou “podes contar-me uma piada?”. E sim, contou.