Mundo

"Boa noite, querida". A história dramática do casal que se tentou suicidar — Mavis sobreviveu e foi acusada de homicídio

Deixaram uma carta de despedida e tentaram matar-se. A mulher sobreviveu e foi mantida numa cela durante 30 horas até ser acusada formalmente de homicídio.

i

Mavis Eccleston e o marido com cancro terminal tentaram-se matar através do consumo de droga letal

Mavis Eccleston e o marido com cancro terminal tentaram-se matar através do consumo de droga letal

É uma imagem chocante, mas Joy Munns quer que se torne viral. Na fotografia, os pais da mulher britânica, Mavis e Dennis Eccleston, estão lado a lado numa cama de hospital depois de uma tentativa de suicídio. O caso remonta a fevereiro deste ano, quando os idosos — ela com 80 anos, ele com 81 — tentaram matar-se através de um cocktail de medicamentos. Foram encontrados pela filha e pela neta e transportados para as urgências.

Dennis, que estava com cancro no intestino em fase terminal, morreu 20 minutos depois de chegar ao hospital. Mavis sobreviveu, mas no dia seguinte foi detida. Esteve presa durante 30 horas, precisamente da forma como ainda estava vestida: de roupão e chinelos de quarto. Acabou ilibada do crime de homicídio, mas Joy pede mudanças na lei britânica sobre a eutanásia. Esta segunda-feira, 4 de novembro, partilhou a fotografia do casal hospitalizado na sua página de Facebook.

Does our 80 year old Mom look like a MURDERER???My Brother Kevin Wolfie Ekcy and I have decided to share this…

Posted by Joy Munns on Monday, November 4, 2019

“A nossa mãe de 80 anos parece uma assassina? A minha mãe foi acusada de homicídio por tentar cometer suicídio ao lado do nosso pai com cancro. Ele queria livrar-se da dor. Era o amor da sua vida há 60 anos, ela não conseguia ver mais o sofrimento dele. Estava disposta a sacrificar-se, a dar própria vida. Porquê? Por causa da lei neste país. Ela nunca deveria ter sido acusada de homicídio e colocada numa cela durante 30 horas e depois levada a julgamento durante três semanas, onde felizmente o júri viu que o senso e a justiça prevaleciam com um veredicto de inocente”.

E remata “Os entes queridos sofrerão todos os dias com esta dor, a menos que possamos mudar a lei. Certamente, como adultos, com as salvaguardas corretas, devemos ter uma escolha”.

“Boa noite, querida”

A tentativa de suicídio aconteceu em casa dos idosos, em Raven Close, perto de Cannock, Reino Unido. Quando Mavis acordou no hospital, escreve o jornal “Birmingham Live“, ficou furiosa ao ver que tinha sobrevivido. Segundo contou, foi o marido quem lhe pediu para terminar com a sua vida, ao que Mavis respondeu: “Se é para partires, eu também vou”.

Antes de consumirem a dose letal de medicamentos, o casal deixou uma carta de despedida para a família. As últimas palavras de Dennis Eccleston à mulher foram: “Boa noite, querida”.

O casal, Mavis Eccleston e Dennis, era casado há 60 anos

Numa entrevista ao jornal “Daily Mail”, a idosa afirmou que faria tudo de novo.”A minha vida não era nada sem ele, portanto não me importava de não viver. Se Dennis me pedisse para fazer tudo de novo hoje, eu faria. Eu queria estar com meu marido. Não deixaria um animal sofrer da maneira que Dennis estava a sofrer”.

A 1 de abril, os filhos do casal receberam a notícia de que a mãe seria acusada de homicídio. Após um julgamento de três semanas, em setembro, os jurados deram a idosa como inocente.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.