MAGG Lab

As rugas não são só da idade. Como combater as agressões externas que envelhecem a pele

Não é um problema sem solução. Não é uma inevitabilidade. Há formas de retardar as rugas e manter a pele saudável. Faça este teste num quiz.

i

Quanto mais se desleixar nos cuidados de pele, mais vulnerável esta fica ao aparecimento de manchas, rugas, linhas finas, tudo sinais de envelhecimento

Amanda Dalbjörn / Unsplashj

Quanto mais se desleixar nos cuidados de pele, mais vulnerável esta fica ao aparecimento de manchas, rugas, linhas finas, tudo sinais de envelhecimento

Amanda Dalbjörn / Unsplashj

As rugas no rosto não são apenas um reflexo da idade, mas muitas vezes um reflexo do nosso estilo de vida e uma consequência direta da falta de conhecimento e prevenção.

O estado da pele é uma preocupação constante entre as mulheres, principalmente para as que estão na barreira dos 30. É normalmente por essa idade que os primeiros sinais se começam a notar, sobretudo no rosto. Mas não há aqui uma ciência exata por detrás. Há mulheres que aos 30 têm uma pele de 20, e mulheres que aos 30 têm uma pele que parece ter 40 anos. Isto não é só genética, e não é só da idade, é sobretudo o resultado de mais ou menos cuidados, de mais ou menos prevenção, de uma maior ou menor preocupação com este tema.

Diariamente, a pele está exposta a várias agressões que nem sempre são evidentes e que, subtilmente, estão a ter efeitos nocivos que se manifestam a médio e longo prazo. Poluição, raios solares ou as mudanças súbitas de temperatura podem ser as causas de rugas na testa, no contorno dos olhos ou na zona dos lábios.

A pele é constituída por várias camadas e, entre elas, existe uma barreira que a protege dessas mesmas agressões mas que, com o passar dos anos, vai-se tornando mais fina e menos eficaz. É por isso que é tão importante manter a pele protegida, nutrida e utilizar cuidados diários, de maneira a preservar esta barreira de proteção.

Quanto mais se desleixar nos cuidados de pele, mais vulnerável esta fica ao aparecimento de manchas, rugas, linhas finas, tudo sinais de envelhecimento. Mas sabe ao certo o que cada uma destas agressões faz à sua pele?

A sua pele está protegida contra as agressões externas?

Mostrar Esconder

A exposição às agressões externas causa uma reação do organismo chamada stresse oxidativo, que é o principal responsável pelo envelhecimento da pele, causando rugas, manchas e irregularidades na sua textura.

A nova gama A-Oxitive da Avène foi especialmente desenvolvida para atenuar os efeitos do stresse oxidativo e combater o aparecimento das primeiras rugas, utilizando ingredientes como a Provitamina C & E, presentes no sérum e no creme de dia desta linha.

Além disso, o creme de noite e o creme de olhos contém uma combinação de Provitaminas A & E, que dão um boost à atividade celular da pele para que esta fique com um aspeto mais uniforme e naturalmente radiante e luminoso.

Poluição

Não a vemos, mas a poluição está sempre presente e causa bastantes danos, mesmo sem nos apercebermos. A poluição a que expomos diariamente a nossa pele nas grandes cidades altera as principais funções e o equilíbrio da sua barreira protetora.

A longo prazo, os níveis de hidratação vão sendo cada vez menores e, ao mesmo tempo, a pele vai produzir mais sebo, causando desidratação e podendo até provocar crises de acne e de sensibilidade.

Mudanças de temperatura

Não há muito que possamos fazer contra as mudanças de temperatura, a não ser evitar passar demasiado tempo em espaços fechados com ar condicionado só para, dois segundos depois, sairmos à rua e levarmos com ar extremamente frio ou quente.

Sendo que a pele é responsável por regular a temperatura do corpo, estas mudanças súbitas de temperatura fazem com que o corpo gaste, naturalmente, mais líquidos para manter-se fresco ou quente, o que pode deixar a pele bastante desidratada. Ao mesmo tempo, podem surgir outros desequilíbrios como poros dilatados ou vermelhidão.

4 fotos

Exposição solar

É provavelmente a maior inimiga da pele quando falamos em envelhecimento precoce, isto porque o excesso de exposição aos raios solares — UVA e UVB — gera radicais livres, moléculas agressivas que causam danos irreversíveis às células e enfraquecem a barreira protetora da pele.

Para evitar danos a longo prazo e travar o envelhecimento da pele, é indispensável que utilize um protetor solar adaptado à sua pele, durante todo o ano.

Agora que já conhece os maiores inimigos da sua pele, sabe até que ponto é que a sua está protegida? Faça este quiz e fique a saber.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.